Um pastor de Nairobi, no Quénia, teria pedido às fiéis que deixassem de usar roupa íntima na sua igreja, para que possam ficar “mais perto de Deus”.

O estranho pedido do Reverendo Njohi levou as mulheres que frequentam a “Lord´s Propeller Redemption Church” a dispensarem o sutiã e as calcinhas durante a missa, segundo o Kenyan Post.

Njohi argumentou que as mulheres devem “sentir-se livres de mente e de corpo” quando assistem às celebrações, mas o reverendo não se pronunciou sobre a roupa interior dos homens.

O pastor disse que as mulheres que não cumprissem a nova regra enfrentariam “graves consequências”, de acordo com a imprensa local.

[b]Fonte: Diário Digital – Portugal
[/b]