Tony Spell , líder da Igreja do Tabernáculo da Vida em Baton Rouge, nos EUA
Tony Spell , líder da Igreja do Tabernáculo da Vida em Baton Rouge, nos EUA

O pastor da Louisiana, Tony Spell, que foi criticado nas últimas semanas por realizar cultos presenciais e incentivar as pessoas a participarem em grandes eventos na igreja durante a pandemia do novo coronavírus, está pedindo às pessoas que doem seus cheques de estímulo a ministros e evangelistas que “não recebem ofertas há um mês”.

Cheques de estímulos é pacote de alívio financeiro de US $ 2 trilhões do governo dos Estados Unidos, para ajudar as pessoas durante o isolamento social por causa do coronavírus.

A medida foi criada pelo governo americano e prevê a atribuição de mais de mil dólares em transferências diretas a cada cidadão, no âmbito do programa de apoio econômico de combate ao novo coronavírus.

“Estou doando todo o meu estímulo, US $ 1.200. Minha esposa está doando seu estímulo, US $ 1.200. Meu filho está doando seu estímulo, US $ 600. #PastorSpellStimulusChallenge. Se você não tem uma igreja, dê pelo meu site”, disse Spell, que lidera a Igreja do Tabernáculo da Vida em Baton Rouge, em um vídeo do YouTube que promove seu #PastorSpellStimulusChallenge.

O desafio, disse ele, começou em 19 de abril e instou os possíveis doadores a compartilhar seu dinheiro com líderes e ministros cristãos norte-americanos.

“Doe para evangelistas norte-americanos que não recebem ofertas há um mês. Missionários que não recebem ofertas há um mês. Ministros de música que não recebem ofertas há um mês ”, disse Spell.

Uma pesquisa on-line recente da WalletHub sugere que poucas pessoas estarão dispostas a doar o dinheiro do estímulo. Cerca de 73% dos participantes da pesquisa disseram que não doariam nenhuma parte de um cheque de alívio de US $ 1.000 do governo, se o recebessem.

Os contribuintes elegíveis, que incluem pastores, missionários e outros trabalhadores religiosos que apresentaram declarações de imposto em 2019 ou 2018, receberão automaticamente um pagamento de impacto econômico de até US $ 1.200 para indivíduos ou US $ 2.400 para casais e até US $ 500 para cada criança qualificada.

Recentemente, Spell foi intimado pela acusação de violação de ordem do governador da Louisiana, John Bel Edwards, em 16 de março, por realizar encontros de mais de 50 pessoas. Desde então, ele continuou a ignorar a ordem com grandes reuniões em sua igreja.

“Sacrifício por Deus e pela liberdade”

No início do mês de abril, Tony Spell, disse em entrevista ao TMZ, que os verdadeiros cristãos não se importam em morrer por coronavírus.

O pastor também insistiu que o que eles temem é viver com medo e que isso faria parte de um “sacrifício para Deus e para a liberdade”.

“As pessoas que podem preferir a tirania à liberdade não merecem liberdade”, disse Spell.

Spell desafiou a ordem de isolamento social da Louisiana e abriu sua igreja para o Domingo de Ramos, onde mais de 1.000 membros compareceram. Ele já havia sido preso e acusado de violar o mandato do estado.

Folha Gospel com informações de The Christian Post