Igreja em Mianmar
Igreja em Mianmar

De acordo com a rádio Free Asia, um grupo étnico armado recentemente prendeu quase 100 pastores e forçou alunos de estudo da Bíblia a se unirem ao contingente de guerreiros no nordeste do estado de Shan, em Mianmar.

Testemunhas que fugiram da região de Wa, no mesmo estado que faz fronteira com a China, relataram que 92 pastores foram presos pelo grupo armado United Wa State Army (UWSA).

“O UWSA também recrutou à força 41 estudantes, homens e mulheres, que tinham aulas de estudo bíblico em várias igrejas, 52 delas de Mongpauk foram fechadas, e três foram destruídas”, disse um porta-voz da comunidade étnica da região, Reverendo Lazaru, ao veículo.

O grupo armado também ordenou a líderes cristãos e professores, incluindo cinco mulheres de uma sociedade missionária, que deixassem a região, disse outro líder cristão à agência de notícias UCAN.

Ele disse ainda que as pessoas que moram nessa região remota estão “muito desapontadas com as expulsões”, pois o grupo tem fornecido educação e cuidado médico.

O UWSA emitiu um comunicado em uma rede social no início de setembro, declarando que todas as igrejas existentes, missionários, professores de escola e líderes cristãos serão investigados.

Além disso, trabalhadores de igrejas estrangeiras serão banidos e aqueles que garantem o apoio a atividades missionárias punidos.

Fonte: Missão Portas Abertas