Crianças cristãs na Índia durante protesto
Crianças cristãs na Índia durante protesto

No norte da Índia, situações como igrejas sendo atacadas e pastores presos têm aumentado rapidamente.

Um dos parceiros da Missão Portas Abertas informou que “neste mês houve mais de 20 incidentes em que igrejas foram fechadas. Algumas delas são grandes, onde mais de 3 mil cristãos (batizados e novos convertidos) participam do culto de domingo. As igrejas evangélicas são onde mais e mais pessoas têm vindo a Cristo”.

Outro pastor local compartilhou que “desde janeiro deste ano, as reuniões de mais de 70 igrejas domésticos, o que inclui pequenos e grandes encontros, foram proibidas por extremistas ou pela polícia. Os pastores têm sido detidos na maioria dos casos”.

O norte da Índia está experimentando perseguição como nunca antes. Nesta parte do país, extremistas colaboram com as autoridades policiais, o que torna o cenário ainda mais difícil, já que agora não é possível esperar proteção nem mesmo da polícia.

A Índia está na 11ª colocação da Lista Mundial da Perseguição 2018 dos países onde é mais difícil ser cristão.

Fonte: Missão Portas Abertas