A afirmação foi feita pelo político e ministro cristão americano, E. W. Jackson afirmou durante uma conferência.

Jackson disse que não acredita que a yoga leve ao Satanismo após um artigo na revista National Review ter levantado o assunto com base em um de seus livros.

“Eu não acredito que a yoga leve ao Satanismo. Um de meus ministros é instrutor de yoga. O que eu disse foi que meditação cristã não envolve ‘esvaziar’ o corpo, mas ‘encher’ o corpo… com o espírito de Deus”, explicou.

O excerto do livro diz que “quanto alguém escuta a palavra meditação, evoca a imagem de Maharishi Yoga falando sobre encontrar um mantra e se esforçar para atingir o nirvana… O propósito dessa meditação é esvaziar a si mesmo. (O Diabo) fica feliz em invadir o vácuo da sua alma e possuí-la”.

Ele afirmou que sentiu a necessidade de se explicar “porque a informação foi distorcida”. “Não quero passar toda a campanha falando sobre esses assuntos, então vamos acabar com isso de uma vez”, continuou.

Além de explicar as informações acerca da yoga, Jackson também revelou que já fez uso de maconha e outras substâncias controladas na sua juventude e esclareceu que “não acredita que defeitos de nascença em crianças sejam causados por pecados dos pais, a não ser que tenham uma relação direta entre o comportamento dos pais e a condição da criança”.

O político está em campanha como candidato a futuro governador do estado de Virgínia.

[b]Fonte: The Christian Post[/b]