O príncipe William, neto da rainha da Inglaterra
O príncipe William, neto da rainha da Inglaterra

O Príncipe William afirmou que a Igreja tem sido um refúgio essencial para muitas pessoas durante a pandemia da Covid-19. A declaração foi feita durante a Assembleia Geral da Igreja da Escócia, na manhã deste sábado (22), em que o duque de Cambridge compareceu como Lorde Alto Comissário, representando a Rainha Elizabeth.

“Sei que para muitas pessoas na Escócia e além, a Igreja tem sido um refúgio essencial durante o ano passado, incrivelmente desafiador de pandemia”, afirmou.

O duque também afirmou que também encontrou refúgio na igreja após a morte de sua mãe, a Princesa Diana. Ele revelou que achou consolo ao frequentar a igreja perto da propriedade Balmoral, na Escócia, no dia que recebeu a notícia do falecimento.

“Eu estava em Balmoral quando me disseram que minha mãe havia morrido. Ainda em estado de choque, encontrei refúgio no culto em Crathie Kirk naquela mesma manhã e, nos dias sombrios de tristeza que se seguiram, encontrei conforto e consolo no exterior escocês”, disse.

Para o Príncipe William, existe uma profunda conexão de sua família com a Escócia, que durará para sempre. Foi também em terras escocesas que ele conheceu sua esposa, Kate Middleton.

“Nem é preciso dizer que a cidade onde você conhece sua futura esposa ocupa um lugar muito especial em seu coração. George, Charlotte e Louis já sabem o quanto a Escócia é querida para nós dois e estão começando a construir suas próprias memórias felizes aqui também”, disse William.

O duque finalizou seu discurso na Assembleia Geral citando uma passagem bíblica: “Foi sugerido que eu tome Provérbios 19:20 como meu guia: ‘Ouça os conselhos e aceite as instruções, para que possa adquirir sabedoria no futuro.’ E, claro, o próprio Jesus disse isso de forma mais sucinta: ‘Quem tem ouvidos, ouça’”.

E concluiu: “Sei de todas essas questões e muito mais farão parte de suas deliberações na Assembleia Geral nesta semana. Desejo a todos o melhor para essas discussões e estou ansioso para ouvir suas conclusões e compartilhar algumas de minhas próprias reflexões durante a cerimônia de encerramento”.

Fonte: Guia-me com informações de The Christian Post