A irmã Wang é professora de escola dominical e coordenadora da região central da China que supervisiona mais de quatrocentos professores em vinte distritos ligados a sua rede de igrejas não registradas. Ela compartilha o testemunho de crianças das escolas públicas que se recusaram a negar Cristo apesar do ultimato que receberam.

O lenço vermelho

Uma vez que se descubra que o aluno da escola pública freqüenta a escola dominical, em geral, eles sofrem pressão dos professores, baseada nos regulamentos escolares, e decidem largar a escola dominical.

Quando a professora da escola de Xiao Mei* descobriu que ela freqüentava a escola dominical, ameaçou a menina: “Se continuar a freqüentar a escola dominical, você terá de deixar de usar o lenço vermelho!”. Na China, as crianças que freqüentam escola pública usam um lenço vermelho que significa que são membros dos Jovens Pioneiros, a organização do Partido Comunista chinês para crianças.

Xiao Mei enfrentava um dilema – o que era mais importante: continuar freqüentando a escola dominical ou continuar a usar o lenço vermelho? Todos os outros alunos da classe dela usavam o lenço vermelho. Ela queria ser como seus colegas. Ela foi para casa com o coração em tumulto e chorou. Depois, telefonou para sua professora da escola dominical em busca de conselho. A professora encorajou-a e disse-lhe para orar pedindo que Deus a orientasse na decisão.

No dia seguinte, quando a professora da escola de Xiao Mei abordou-a depois da aula, ela estava pronta, e falou com audácia para a professora: “Se não posso usar o lenço vermelho, acreditarei em Jesus!”.

Em uma escola, as autoridades ameaçaram as crianças da escola dominical com a expulsão dos Jovens Pioneiros e com a vergonhosa remoção do lenço vermelho, a menos que parassem de ir à escola dominical.

Os professores cristãos ensinaram as crianças a responder a tais ameaças de maneira a não comprometer a fé. Uma criança, quando pressionada, respondeu desta maneira ao seu professor: “E daí se você me expulsar dos Jovens Pioneiros?!”. Isso soa um pouco desrespeitoso, mas a recusa deixa o professor atônito! As lições provaram-se benéficas para ajudar as crianças a permanecerem firmes.

Fonte: Portas Abertas