Sônia e Estevam Hernandes, casal líder da Igreja Renascer em Cristo
Sônia e Estevam Hernandes, casal líder da Igreja Renascer em Cristo
Ricardo Feltrin
Colunista do UOL

Nas últimas horas a Igreja Renascer em Cristo, liderada por Estevam e Sônia Hernandes, iniciou um processo de demissão em massa de funcionários da Rede Gospel.

Mais de 20 funcionários foram demitidos desde segunda-feira, segundo fontes no sindicato dos radialistas. E elas devem continuar nos próximos dias.

É o que informa Ricardo Feltrin, colunista do UOL.

A coluna conversou e confirmou as demissões nesta quarta-feira com pessoas dispensadas. A alegação da Rede Gospel é a de que, com o fechamento dos cultos, a arrecadação caiu e não há mais possibilidade de manter os quadros.

As demissões pegaram a todos de surpresa, pois estavam afastados justamente devido à quarentena.

Segundo alguns demitidos ouvidos sob anonimato, a Rede Gospel não deu nenhuma previsão de quando pagará os direitos trabalhistas.

A coluna o Ricardo Feltrin vem tentando desde ontem falar com os líderes da igreja, sem sucesso. Foram feitas tentativas em telefones da igreja, da Rede Gospel e em redes sociais da igreja. Ninguém respondeu até o momento.

A Rede Gospel foi criada no final de 1996. É mantida nominalmente pela Fundação Evangélica Trindade, mas essa fundação é mantida por Estevam e Sônia.

Trata-se de uma emissora aberta, em UHF, e está disponível na TV digital, bem como em todas as operadoras de TV paga.

Fonte: Ricardo Feltrin – colunista do UOL