O defensor dos direitos civis e pastor americano Jesse Jackson pediu nesta quarta-feira perdão ao candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, por um comentário “grosseiro” sobre ele captado por um microfone durante um programa de TV.

O reverendo Jackson, que aparentemente ignorava que ainda estava com o microfone após uma entrevista na Fox News, sussurou a outro entrevistado que Obama tem “um tom condescendente com os negros”.

“Por qualquer dano ou ferida que possa ter causado com esta conversa privada diante do microfone, peço desculpas”, disse Jackson em um comunicado.

“Meu apoio à campanha do senador Obama é amplo, profundo e inequívoco. Estamos em um momento redentor e histórico”.

“Este foi o conteúdo de uma conversa particular e não reflete qualquer menosprezo de minha parte em relação ao histórico evento no qual estamos envolvidos e do orgulho que sinto pelo senador Barack Obama”.

Obama aceitou as desculpas.

Fonte: AFP