As irmãs cantoras Simone e Simaria
As irmãs cantoras Simone e Simaria

Em uma apresentação no programa Música Boa Ao Vivo, do Multishow, a dupla Simone e Simaria abaixou o microfone em um trecho da música “Quero Ser Feliz Também”, da banda Natiruts, que citava a palavra Iemanjá, divindade cultuada pelas religiões de origem africanas.

As sertanejas, que dizem ser evangélicas, dividiam o palco com as cantoras Iza e Gloria Groove e a dupla Matheus e Kauan.

O trecho não cantado pelas irmãs e que fazia uma referência à ‘Iemanjá’ era o seguinte:. ‘Quero ser feliz também, navegar nas águas do teu mar. Desejar para tudo que vem flores brancas, paz e Iemanjá‘.

As duas já estavam incomodadas desde a hora do ensaio, que acontece antes do programa ir ao ar, como mostra o vídeo abaixo.

Já no palco ao vivo, as irmãs repetiram o ensaio e não cantaram a parte da música que fazia uma referência à ‘Iemanjá’. Veja o vídeo abaixo do momento da apresentação.

Ainda no palco ao vivo elas deram um show na hora de cantar o louvor ‘Deus de Promessa’, de Davi Sacer. Simone comandou os vocais da canção e Simaria, de forma singela, fez a segunda voz no refrão.

Através da assessoria, a dupla negou que tenham preconceito contra religiões como candomblé e umbanda. Elas também esclareceram que cada cantor fica responsável por um trecho da música e que naquele momento não era a vez das duas soltarem a voz. Elas também afirmaram que jamais se negariam a cantar por causa de sua religião.

A mesma atitude foi tomada pelo cantor Xanddy, que também é evangélico, durante um show no último fim de semana.

O vocalista do grupo Harmonia do Samba evitou a frase “do canto do candomblé” na hora da apresentação. Diferentemente de Simone e Simaria, Xanddy foi alvo de um textão da atriz Luana Xavier, neta de Chica Xavier, que o acusou de “intolerância religiosa”.

Fonte: Pleno News, Area Vip e Observatório de Música