Tom Cruise
Tom Cruise

Um dos membros mais famosos da Cientologia, Tom Cruise é citado inúmeras vezes no recém lançado documentário “Going Clear: Scientology and Prison of Belief”.

No filme, Tom De Bochum, que fez parte da Commodore Messenger’s Organization (CMO) da Cientologia, explica que o ator e o líder David Miscavige são muito amigos.

Inclusive, o cientologista chegou a ser padrinho de casamento do famoso ator com Katie Holmes, em 2006.

“Eles são personagens muito parecidos. Ambos absorvidos por si mesmos e intensos. É preciso ter cuidado com eles”, opinou.

Já Leah Remini vai além e diz que a contínua aceitação de Tom Cruise por parte do público é preocupante para ex-membros da Igreja.

A atriz acusa o colega de abuso e assédio contra os próprios seguidores da religião durante os cultos.

Ela alega ter sido informada de que o astro administrou pessoalmente a punição em um membro de alto escalão da igreja por ordem de Miscavige. “Ele não está na mesma categoria que o cientologista comum”, revela.

Remini deixou a Cientologia em 2013 e desde então vem denunciando a religião. Para isso, lançou o best-seller “Troublemaker: Surviving Hollywood and Scientology”.

A atriz também é produtora executiva e apresentadora de “Leah Remini: Scientology and Aftermath”, série vencedora do Emmy que relata histórias de terror de ex-cientologistas.

Em entrevista ao The Daily Beast, ela diz que Tom Cruise é tratado como salvador, uma divindade dentro da religião.

“As autoridades da organização fazem de tudo para que seu membro mais valioso não veja nada de depreciativo sobre a Cientologia”, diz.

Depois das denúncias, a Igreja da Cientologia enviou uma mensagem oficial ao portal alegando perseguição.

“A entrevista é um truque de RP para promover seu reality show falso”, disse a porta-voz de relações com a mídia, Karen Pouw, em comunicado divulgado na última quarta-feira (21).

Fonte: Na Telinha – UOL