Donald Trump, presidente dos EUA
Donald Trump, presidente dos EUA

Nesta quinta-feira (16), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, fez um anúncio sobre as políticas de oração nas escola públicas de seu país.

O discurso marcou a data que a Casa Branca reconhece como o Dia Nacional da Liberdade Religiosa.

O mandatário disse que homenageia o “elo fundamental entre liberdade e fé”.

Trump defendeu novas orientações para proteger o direito da prática da oração nos colégios. Ele também falou sobre os requisitos que os estados terão que cumprir caso apresentem processos judiciais contra instituições que negam o direito aos alunos.

O diretor do Conselho de Política Doméstica, Joe Grogan, falou ao The Wall Street Journal sobre os esforços do governo americano para “garantir que pessoas de fé e organizações religiosas continuem sendo convidadas a participar plenamente da vida cívica”.

No início do mês, durante sua presença em uma grande igreja de Miami, na Flórida, Trump prometeu que tomaria medidas para assegurar “os direitos que a Primeira Emenda garante aos alunos e professores”.

– Não permitiremos que americanos fiéis sejam intimidados pela extrema esquerda – declarou ele, na ocasião.

Fonte: Pleno News