Um menino morreu e outras nove crianças ficaram feridas em um atentado contra uma igreja neste domingo (30) na periferia da capital do Quênia, Nairóbi, informaram a polícia e o chefe da comunidade religiosa.

Achamos que foi um atentado com granada”, informou o chefe da polícia de Nairóbi, Moses Nyakawa. O chefe da comunidade religiosa, Livingstone Muiruri, disse ainda que, no total, nove crianças ficaram feridas e foram hospitalizadas. A granada foi jogada contra um salão da igreja, onde estava sendo realizada uma missa específica às crianças, informou um jornalista da AFP presente no local.

“As crianças que assistem a este serviço têm de 6 a 10 anos. O serviço religioso tinha acabado de começar quando aconteceu a explosão. Estávamos no prédio principal da igreja e corremos para ajudar as crianças”, explicou Muiruri. O ataque aconteceu na igreja anglicana de São Policarpo, situada numa das inúmeras favelas da periferia da capital queniana, onde vivem 100 mil pessoas.

Nas últimas semanas, vários atentados tiveram como objetivo igrejas no Quênia. Os ataques não foram reivindicados, mas parecem ter sido realizados em represália a uma intervenção militar queniana na vizinha Somália contra insurgentes islamitas shebab.

[b]Fonte: G1[/b]