Em Marcos 4:35 a 41 vemos o conhecido trecho onde relata o Senhor Jesus acalmando a tempestade:
“Naquele dia, ao anoitecer, disse ele aos seus discípulos: Vamos para o outro lado.
Deixando a multidão, eles o levaram no barco, assim como estava. Outros barcos também o acompanhavam.
Levantou-se um forte vendaval, e as ondas se lançavam sobre o barco, de forma que este foi se enchendo de água.
Jesus estava na popa, dormindo com a cabeça sobre um travesseiro. Os discípulos o acordaram e clamaram: Mestre, não te importa que morramos?
Ele se levantou, repreendeu o vento e disse ao mar: “Aquiete-se! Acalme-se!” O vento se aquietou, e fez-se completa bonança.
Então perguntou aos seus discípulos: Por que vocês estão com tanto medo? Ainda não têm fé?.
Eles estavam apavorados e perguntavam uns aos outros: “Quem é este que até o vento e o mar lhe obedecem?”.

Todos atravessam tempestades

Esta história conta algo muito peculiar. Vemos duas reações diferentes na mesma circunstância. Um dormindo e os outros desesperados.

Há dois grupos diferentes de pessoas. Jesus dormindo tranqüilamente no barco e os demais discípulos, todos expertos na arte da pesca, pois eram pescadores há muito tempo e conhecedores daquela praia.

Mas parece que o Senhor Jesus preparou aquela cena para ensiná-los algo. Não há casualidade no Reino de Deus. Ele está no controle de tudo e todas as coisas cooperam para o bem daqueles que o amam.

Mas a reação do homem natural é logo colocar a culpa em Deus. A Palavra nos diz que eles logo acordaram o Senhor e lhe perguntaram se não se incomodava com a possibilidade deles morrerem.

Mas Jesus lhes atende acalmando a tempestade e perguntando-os onde estava a fé deles. Em outras palavras ele estava dizendo que a mesma fé que Ele usou para acalmar a tempestade, eles também a possuíam, mas não a utilizavam.

O Apóstolo Paulo nos diz em Gálatas 2:20 que nós também possuímos a fé do Filho de Deus.

Você não depende do lugar onde está, mas de que reino você pertence

Para entendermos esta situação vou usar um exemplo da mídia e que vemos todos os dias em nossa televisão.

Após o 11 de setembro, todos nós assistimos todos os dias notícias sobre a guerra e os povos do Afeganistão e Iraque. Vemos a diferença cultural entre o Oriente e o Ocidente. Também vemos a miséria espiritual, material e social em que vivem aquelas pessoas, quando as imagens chegam a nossa televisão.

Mas todas estas imagens são transmitidas via satélite, porque lá há repórteres dos diversos jornais trabalhando naqueles lugares. Eles recebem salários de suas empresas jornalísticas e se alojam em hotéis, onde também fazem suas refeições. Isto é, estão lá, mas não são daquele povo e da daquela cultura. Não são daquele mundo.

Quero com isto exemplificar a atitude do Senhor Jesus. Ele estava dormindo e os discípulos desesperados, com medo de morrer. Os discípulos preocupados com aquela SITUAÇÃO, mas o Senhor Jesus calmamente em sua POSIÇÃO. Isto porque Ele não é controlado pelas situações, mas mantém sua posição.

Mas importante que a situação em que você vive é a posição que tens, assim você não depende do lugar onde está, mas de que reino você pertence.

A Palavra nos diz que Cristo nos assentou nos lugares celestiais. Não diz que nós nos assentaremos, mas que já estamos assentados. Isto é uma POSIÇÃO. Então você decide em quem vai crer.

As circunstâncias da vida são uma espécie de efeitos especiais que o inimigo usa para nos roubar a idéia da posição que temos em Cristo e fazer-nos escravos da situação.

Sabe quando inicia os problemas? É quando você decide não confiar mais em Deus, não adorá-lo mais e não crer em sua Palavra e em seu poder para mudar radicalmente a situação. Por isto a Palavra nos diz: “Resistam-lhe, permanecendo firmes na fé…”

O primeiro ataque do inimigo é contra as suas emoções, por isto tens que guardar seu coração. O Apóstolo Paulo nos diz que nada nos separa do amor de Cristo. “Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.” Ele está dizendo que nada nos rebaixará da posição que possuímos em Cristo Jesus. Por ignorância nos tornarmos vítimas das situações.

Então você pode chegar diante de Deus confiante de sua POSIÇÃO, certo que Ele é galardoador dos que o buscam.

O Apóstolo Paulo diversas vezes disse: “Eu sei em quem tenho crido. Eu sei que sou mais que vencedor. Eu sei que Deus tem suprido todas as minhas necessidades em Cristo Jesus”. Isto se chama POSIÇÃO.

Sabe por que é tão fácil crer em Deus? Porque Ele nunca mente.

Ser experiente na palavra

“Quanto a isso, temos muito que dizer, coisas difíceis de explicar, porque vocês se tornaram lentos para aprender.

Embora a esta altura já devessem ser mestres, vocês precisam de alguém que lhes ensine novamente os princípios elementares da palavra de Deus. Estão precisando de leite, e não de alimento sólido!

Quem se alimenta de leite ainda é criança, e não tem experiência no ensino da justiça.

Mas o alimento sólido é para os adultos, os quais, pelo exercício constante, tornaram-se aptos para discernir tanto o bem quanto o mal”. Hebreus 5:11

Quando você é argüido por um policial, durante uma “batida policial” você logo declara que tem conhecimento de seus direitos garantidos na Constituição Federal. Mas o Apóstolo Paulo nos diz é que os filhos espirituais não sabem seus direitos como filhos de Deus, não possuem experiência no ensino da justiça. Sabe o que é ensino da justiça? São seus direitos espirituais governamentais de Deus.

Em Mateus 13 vemos um episódio que se repete em nossos dias, no meio cristão e evangélico. Vemos que a multidão andava atrás de Jesus, mas neles se cumpria a profecia de Isaías: “ Ainda que estejam sempre ouvindo, vocês nunca entenderão; ainda que estejam sempre vendo, jamais perceberão”.

Sabe por que isto acontecia? Porque achavam que o que eles possuíam era melhor que o Senhor Jesus. Isto acontece hoje quando os “teólogos de plantão” começam a falar coisas teóricas, sem fé e sem vida, querendo que os outros sigam seus ensinamentos.

Por mais pobre que seja a pessoa, quando ela morre, ela deixa alguma coisa material para trás. Quando se é rico, sabe-se que esta pessoa deixará uma herança para os seus.

A Palavra de Deus é nosso testamento e no livro de Hebreus vemos que Cristo nos outorgou um testamento, onde está nosso nome e que não pode ser mudado. Isto é a nossa POSIÇÃO.

Quando relembramos o episódio da tentação do Senhor Jesus, vemos que satanás foi afrontá-lo dizendo que se eras o Filho de Deus que transformasse as pedras em pão. O inimigo era um querubim, que viveu no reino celestial de Deus e que conhece os princípios espirituais da fé. Jesus não o rebateu nesta sugestão, mas o repreendeu com a própria Palavra. Por quê? Porque Jesus sabia que a Palavra tem poder para transformar pedras em pão. Esta é a POSIÇÃO dos filhos de Deus. Tudo é possível ao que crer. Não fica a mercê das situações! Nós somos do Reino de Deus e possuímos esta POSIÇÃO.

Isto tem que ser revelado em seu espírito e, portanto você tem que escutar com o coração aberto e reter a Palavra.

Nós temos a mente de Cristo e não somos como os descrentes que se perguntam: – O que vamos comer? O que vamos vestir? (pensamento típico de quem não tem POSIÇÃO).

Nosso Deus sabe de todas as coisas e sabe que necessitamos destas, e as providencia para nós.

Nós temos uma posição em cristo e não uma situação!
Deus continue derramando sua unção sobre nós.

Ev Manoel Valentim