Todos os anos o Troféu Talento e a Rede Aleluia homenageia aqueles que têm contribuído para a divulgação e crescimento da música cristã. Em 2007, não será diferente, a homenageada será Marina de Oliveira.

A cantora, empresária, coreógrafa, cenógrafa, roteirista, diretora e, também, apresentadora de TV, nascida e criada no Rio de Janeiro – mais precisamente em Ipanema – promoveu uma verdadeira revolução na música evangélica, há mais de 15 anos, introduzindo ritmos contemporâneos e muito swing às canções religiosas. A dança passou a ser vista não mais como exemplo de uma heresia nas igrejas evangélicas, mas como uma prática saudável e legítima na adoração a Deus.

Marina “abriu as portas” para a música gospel se apresentando em grandes casas de show no Rio – como o Canecão, Imperator e Metropolitan, hoje Claro Hall – e produzindo eventos de grande porte (“Canta Rio”), onde reuniu mais de 200 mil pessoas (Quinta da Boavista – RJ, 1995). O “Canta Rio 99” teve um público superior a 120 mil pessoas na Praça da Apoteose.

Marina também assinou a direção artística do Canta Brasil 500 (21/04/2000), o Canta Rio 2002 e em 2004, o “Canta Zona Sul” onde reuniu mais de 160 mil pessoas nas areias de Copacabana. Nesses projetos, Marina fez desde a escolha dos convidados e participações até às peças publicitárias.

O programa que apresenta, Conexão Gospel (CNT, domingo, às 15h30 e TV Gazeta, domingo, 15h), tem conquistado ótimos índices de audiência e já é uma referência em matéria de música gospel e vídeo clipes.

Hoje, à frente da principal gravadora gospel do país, a MK Publicitá (que detém 70% das vendagens do gênero, que hoje abocanha 30% do mercado fonográfico), Marina de Oliveira se tornou um dos principais expoentes do movimento gospel, sendo considerada pela crítica carioca como a “Madonna dos evangélicos” – título que ela repudia.

Resultado: mais de 500 mil discos vendidos em quase 20 anos de ministério, mesmo sem divulgação na grande mídia. Por suas mãos, grandes nomes se fizeram e se consolidaram no movimento gospel. Nomes como Kleber Lucas, Fernanda Brum e Voices.

Na verdade, Marina preparou-se para ser uma grande publicitária, inclusive com pós-graduação no exterior, mas com certeza Deus tinha outros planos bem diferentes para sua vida empresarial.

‘Hoje eu agradeço a Deus pela felicidade de poder olhar para trás e ver todas as maravilhas que Deus realizou através da minha vida e do meu ministério’.

No meio gospel, Marina de Oliveira é especialista em fazer o que ninguém ainda fez, e como todo mundo que está começando alguma coisa nova, tem sido foco constante de todo tipo de preconceitos, assim como o alvo perfeito para a imprensa, tendo sido até a primeira página de O Globo e capa do Caderno B do Jornal do Brasil. Revistas como Manchete, Amiga, Veja, Isto É, Shopping Music e Programa JB, também fizeram várias matérias com esta grande intérprete da música gospel. Programas de TV também confirmaram este sucesso, como Caravana do Amor, Sem Censura, Agenda, Gente do Rio, Bom Dia Rio e Vídeo Show.

Marina tem hoje 14 trabalhos musicais.

Imenso Amor (1986), Acredito no Amor (1988), Canções de Luz (1989), Uma Voz do Coração (1991), Onda de Amor (1992) e Ao Vivo (1993), foram os seis primeiros.

Em 1996, após três anos sem gravar, Marina lançou os CDs Momentos, volumes 1 e 2, apontados como o melhor trabalho musical de sua carreira até então.

Buscando levar seu ministério a outros países, em 1997, Marina de Oliveira lançou “Special Edition”, um CD com cinco músicas, e seus respectivos playbacks, em inglês. Mais um passo em sua busca em seguir a Jesus e levar sua palavra a todos.

Em 1999, Marina lançou em CD e CD playback, Coração Adorador, um trabalho com canções profundamente inspiradas, que falam diretamente ao coração dos verdadeiros adoradores de Deus.

Em novembro de 1999, Marina de Oliveira esteve no Planeta Xuxa. Marina de Oliveira gravou o programa na penúltima semana de Outubro e cantou, para deleite de Xuxa e de seu público, a música Coração Adorador. Mais uma prova de que Marina de Oliveira e sua música são instrumentos reais para que o Evangelho seja propagado, derrubando, inclusive, barreiras criadas pelo preconceito do meio secular com a música gospel.

Em 2000, Marina lançou o 11º CD de sua carreira: “Aviva”, em 2002 lançou “Um Novo Cântico”, e em 2004 inovou mais uma vez com o CD “Marina de Oliveira, Remix 17”, onde reuniu mais de 17 sucessos (alguns em forma de Medley) de CDs anteriores, comemorando os 17 anos de ministério.

Em 2006, a cantora gravou o CD e DVD Meu Silêncio – Ministração Profética entre amigos e irmãos, um marco de uma nova fase na vida de Marina de Oliveira, após 5 anos sem gravar.

Marina subiu ao palco trazendo 20 canções, entre as quais 16 são composições suas. Entrevistada, contou como se sentiu nesse momento especial de sua vida e ministério. “Eu me sinto como uma vida, um canal, um vaso bem usado por Deus. O fato do ‘céu ter se aberto’ e o Senhor ter estabelecido um novo tempo na minha vida não dependeu de mim, foi tudo um resultado da misericórdia de dEle”, conta.

A cantora disse ainda como se sentiu durante a gravação. “Logo que começou eu senti uma expectativa muito grande, como se algo que pudesse mudar o mundo. No entanto, só o que pode mudar o mundo é a glória de Deus manifesta em nossas vidas. Creio, então, que se algo que pode mudar o mundo aconteceu aqui, foi a salvação em Cristo Jesus”.

Muito mais que um divisor de águas na carreira, este trabalho duplo é um grande passo no ministério desta adoradora. Marina também revelou o que espera de Meu Silêncio. “Que todos possam receber o que veio do céu como um cometa, a misericórdia de Deus. Espero que todos tenham sido impactados por este sobrenatural. Este é o desejo que vem do mais profundo do meu coração”.

Essa é Marina de Oliveira, a grande homenageada do Troféu talento 2007. Uma mulher que busca servir e adorar ao Senhor com seus talentos à frente de projetos artísticos da gravadora Mk Publicitá e do programa de televisão Conexão Gospel, e louvando ao Senhor com a sua voz.

Fonte: Sites oficiais de Marina de Oliveira e Troféu Talento