Brinquedo da personagem Poppy, da animação "Trolls 2", tem botão entre as pernas

A fabricante de brinquedos Hasbro decidiu retirar do mercado uma boneca do filme “Trolls 2” depois de uma petição on-line que acusava o brinquedo de encorajar abuso infantil e pedofilia.

A companhia anunciou que a “Poppy que canta e dá risada” será tirada das prateleiras de grandes empresas do varejo. Mais de 160 mil assinaturas foram conseguidas no pedido online.

A boneca em questão foi desenvolvida para dar risadas quando sentada. No entanto, o botão de ativação de voz foi colocado embaixo da saia da personagem e entre as suas pernas.

Na petição, endereçada a lojas como Walmart, Amazon e Target, criada por Jessica McMains, a reclamação diz que “a sociedade está condicionando as crianças a pensar que pedofilia é algo normal. Não é ok algo assim em um brinquedo para crianças. Ele deve ser removido das dos estabelecimentos. O que ele fará nossas crianças inocentes pensarem? Que é divertido quando alguém toca nossas partes privadas? Que pedofilia e molestamento são ok?”

Em entrevista ao The Providence Journal, a representante da Hasbro, Julie Duffy, explicou a decisão da empresa. “A boneca foi desenhada para reagir quando colocada sentada, mas reconhecemos que a localização do sensor pode ser considerava inapropriada. Isso não foi intencional e vamos substituir a Poppy para quem a comprou ou oferecer reembolso.”

A animação “Trolls 2”, que tem Anna Kendrick e Justin Timberlake como dubladores, teve sua estreia feita apenas nas plataformas de streaming, devido ao avanço do novo coronavírus que fechou cinemas ao redor do mundo.

Veja abaixo vídeo do USA Today em inglês:

Fonte: Jovem Pan