Cantora sertaneja Marília Mendonça morre em queda de avião
Cantora sertaneja Marília Mendonça morre em queda de avião

A cantora Marília Mendonça, de 26 anos, morreu após a queda de uma aeronave de pequeno porte, na tarde desta sexta-feira (5), em Caratinga, no interior de Minas Gerais.

Além da sertaneja, as outras quatro pessoas que estavam na aeronave também não sobreviveram. A aeronave levava, além da cantora, um produtor, um integrante de sua equipe, o piloto e o copiloto.

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais confirmou que Marília estava entre as vítimas fatais. “O Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais informa que nesta sexta (5), ocorreu a queda de uma aeronave de pequeno porte, modelo Beech Aircraft, na zona rural de Piedade de Caratinga. O CBMMG confirma que a aeronave transportava a cantora Marília Mendonça e que ela está entre as vítimas fatais.”, diz nota oficial.

Segundo a ANAC, a aeronave estava em situação regular e com autorização para fazer táxi aéreo. A aeronave é um bimotor Beech Aircraft King Air, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás, prefixo PT-ONJ, com capacidade para seis passageiros.

O local da queda é de difícil acesso e há relatos sobre haver ali um forte cheiro de combustível.

Marília deixa o filho Léo, de apenas 1 ano, fruto do seu relacionamento com o cantor Murilo Huff.

Há poucas horas, a sertaneja divulgou vídeos embarcando na aeronave e já dentro do avião. A aeronave saiu de Goiânia, onde ela tinha um escritório, rumo à Caratinga, onde Marília faria um show. A banda da cantora já estava no local do show.

Cantora Marília Mendonça estava em avião que caiu no interior de MG
Foto: Reprodução Redes Sociais

“A religião não foi muito legal comigo”

Em 2017, a cantora de música sertaneja secular, Marília Mendonça, falou de momentos de sua vida no talk-show “Lady Night”, apresentado pela atriz e comediante Tatá Werneck, no canal fechado MultiShow.

Ela falou sobre sua relação com a religião, revelando que começou a cantar na igreja.

Marília Mendonça não disse qual era a igreja que frequentava, mas disse que hoje não tem religião, apenas acredita em Deus.

“Na igreja que eu ia todo mundo cantava, as adolescentes tinham um playbackzinho, sabendo cantar ou não. Hoje não tenho religião, acredito em Deus. A religião não foi muito legal comigo”, afirma, explicando seus motivos para pensar assim.

Ela revelou que, com 15 anos, durante um período em que ainda estava na igreja, foi obrigada a sair para trabalhar cantando em um bar e que por isso foi muito criticada dentro da igreja.

“Eu fui obrigada a sair para trabalhar com 15 anos. Quando eu cantava num bar, não tinha bebida, eu cantava para trabalhar, e a gente não foi bem aceito por isso na igreja, diziam que eu e minha mãe não seríamos aceitas por Deus de jeito nenhum.”

“As pessoas param de acreditar em Deus porque um falador diz que Deus não gosta de você do jeito que é”, criticou a cantora.

A cantora nasceu em Cristianópolis (GO) em 22 de julho de 1995. Ela surgiu como ícone do “feminejo” em 2016, com sucessos como “Infiel” e “Eu sei de cor”. Antes, ela já era compositora de grandes sucessos do sertanejo.

Ouça a Marília Mendonça cantando “Te agradeço”