Cezinha de Madureira, deputado federal da bancada evangélica
Cezinha de Madureira, deputado federal da bancada evangélica

A bancada evangélica do Congresso se reuniu na manhã desta quinta-feira para eleger seu presidente pelos próximos dois anos. Foi fechado um acordo por uma liderança compartilhada: Cezinha da Madureira (PSD-SP) será presidente no próximo ano e Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ), no ano seguinte.

Ambos são ligados à Assembleia de Deus, mas em denominações rivais. Sóstenes é apadrinhado do pastor Silas Malafaia, da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVC). Já Cezinha é próximo de Samuel Ferreira, influente líder da Assembleia de Deus Madureira.

Embora a eleição tenha ocorrido formalmente, a definição foi anunciada em um jantar na noite desta quarta-feira em Brasília. Estavam presentes os ministros Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), André Mendonça (Justiça), Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), Milton Ribeiro (Educação) e Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia).

Na última eleição, em 2018, Cezinha da Madureira e Sóstenes Cavalcante também queriam ser candidatos e disputaram entre si nos bastidores. Para evitar conflitos, optou-se por um terceiro nome: Silas Câmara (Republicanos-AM). Ele também é da Assembleia de Deus, embora seu partido seja ligado à Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).

Deputado Federal Sóstenes Cavalcante
Deputado Federal Sóstenes Cavalcante, será o líder da bancada evangélica em 2022.

Cezinha e Sóstenes têm se destacado na articulação pela frente evangélica. Ambos são próximos do presidente Jair Bolsonaro. O grupo conseguiu vitórias importantes na atual gestão do governo federal, como a anistia das multas impostas às igrejas pelo não pagamento da contribuição previdenciária.

Fonte: EXTRA