Um culto evangélico realizado na Igreja Deus é Amor localizada na Rua Santos Dumont nº.1007, bairro Nova Ouro Preto terminou no maior quebra pau o que foi preciso da intervenção da Polícia Militar.

O fato ocorreu durante um culto denominado “descarrego” em que a Igreja evangélica sempre promove onde os membros prometem tirar todo o espírito maligno do corpo daqueles que procuram a Igreja para se verem livres das mazelas.

A dona-de-casa Erondina Ramalho Cabral, moradora da Rua Agmar de Souza Gomes, bairro Novo Horizonte levou a sua filha uma menor de 17 anos de idade. A menor foi levada para o culto no intuito de participar da sessão descarrego e no decorrer do mesmo a menor caiu ao solo e segundo fieis da Igreja em virtude da menor se encontrar com macumba e como a oração foi forte fez com que a menor caísse violentamente e batesse com a cabeça.

Ao terminar o culto alguns fieis entre os quais Silma Santos Mointinho de Oliveira, 36, foram falar com a menor e sua mãe e numa reação inesperada a menor começou a agredir fisicamente Silma que revidou, sendo que os demais fieis entraram na briga para contornar a situação já que segundo informação a menor sofre de distúrbio mental.

Uma viatura da Policia Militar compareceu ao local do fato e foi solicitado a presença do Conselho Tutelar já que o fato envolvia uma menor de idade. O delegado Cristiano Lopes Ferreira solicitou que os conselheiros tutelares que compareceram a Igreja Evangélica faça um relatório sobre o fato para que as medidas legais sejam adotadas. A reportagem procurou o pastor responsável pela Igreja Deus é Amor, mas ninguém quis falar preferindo o silêncio.

Fonte: rondonoticias