Pastor e deputado estadual Rafael Gouveia (DC)
Pastor e deputado estadual Rafael Gouveia (DC)

O deputado estadual Rafael Gouveia (DC) – eleito no último pleito com 23.466 mil votos – apresentou, na quinta-feira, 21, um requerimento para criação da Frente Parlamentar Cristã no Legislativo.

Ele que, além de deputado, também é pastor da igreja Assembleia de Deus, disse contar com o apoio de pelo menos dez parlamentares da Casa. 

Representante do segmento evangélico na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), o deputado defendeu suas origens ligadas à igreja e ressaltou que, inicialmente, havia pensado em criar uma Frente Parlamentar Evangélica.

“A princípio a ideia era essa, mas conversamos com alguns pares e colocamos o termo ‘cristão’ para abranger também outras religiões e segmentos”, justificou. 

Gouveia disse que a Frente tratará de assuntos relacionados ao que considerou um “importante segmento”. Ela será criada “principalmente para debatermos projetos que tratam de trabalhos sociais que igrejas e templos realizam.”

Para ele, a maioria das igrejas realizam as ações “com recursos próprios”.

Complementou dizendo que querem debater formas do Estado “dar mais condições para avançarmos nos projetos sociais”. Como exemplo, Gouveia citou trabalhos realizados em casas de dependentes químicos, creches e asilos. 

Em entrevista ao Jornal Opção, o estadual deixou claro que a frente parlamentar irá discutir – na tentativa de viabilizar – conquistas importantes e de amplo interesse dos religiosos.

Gouveia chegou a mencionar, por exemplo, o projeto de Lei do deputado Henrique César (PSC) – eleito com o maior número de votos do último pleito. Ele chega à Assembleia como forte representante dos interesses da igreja e, consequentemente, da comunidade evangélica.

O projeto trata, segundo o parlamentar, da isenção do ICMS na conta de energia, água e esgoto para templos religiosos. 

Para a criação da Frente, Rafael Gouveia disse ter apresentado um requerimento com mais de 10 assinaturas. “Mas outros deputados já me procuraram demonstrando interesse em fazer parte”, pontuou. 

Fonte: Jornal Opção