Bandeiras dos EUA e da Coreia do Norte
Bandeiras dos EUA e da Coreia do Norte

Está marcada para esta terça-feira, 12 de junho, a reunião entre os presidentes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte. O encontro acontecerá na ilha de Sentosa, em Singapura.

As conversações serão centradas em desarmamento nuclear e relações internacionais. Mas é um momento marcante também para os cristãos norte-coreanos. É possível que Deus use essa reunião para dar início a um processo de liberdade, que dê aos nossos irmãos e irmãs um alívio da constante opressão que enfrentam por seguir a Jesus.

Um cristão que cresceu na Coreia do Norte, disse par a equipe de Portas Abertas que, quando sua família estava passando forme, ele costumava ir para as montanhas encontrar vegetais para comerem. Ele também cresceu sendo doutrinado com propaganda anticristã, que se referia aos cristãos como “enganadores e pessoas do mal, que devem ser evitados a todo custo”.

Um dia ele conseguiu escapar para a China, para procurar comida para a família. Mas a vida lá também era perigosa. Para um imigrante ilegal na China é difícil encontrar emprego e há sempre a ameaça de ser pego pela polícia e mandado de volta para a Coreia do Norte.

Até que finalmente, ele conseguiu chegar a uma casa segura na China. Casas seguras são lugares onde a Portas Abertas provê alimento, comida, roupas e cuidado pastoral para refugiados norte-coreanos.

Na casa segura, ele teve que superar os estereótipos sobre cristãos que tinha criado ao longo da vida e encontrou Jesus. Depois ele conseguiu sair da China e hoje é pastor na Coreia do Norte. Mas ainda vive secretamente devido à ameaça de espias norte-coreanos, que poderiam dificultar a vida dele e de seus familiares que ainda vivem na Coreia do Norte.

Nesses dias que antecedem a reunião entre o presidente americano, Donald Trump, e o norte-coreano, Kim Jong-un, a Missão Portas Abertas encoraja os cristãos em todo o mundo, a orar pelos cristãos perseguidos da Coreia do Norte.

Que essa reunião represente o começo de uma abertura para a liberdade religiosa.

Interceda pela vida dos nossos irmãos e irmãs da Igreja Perseguida da Coreia do Norte, para que sejam fortalecidos e sustentados pelo Senhor apesar de toda perseguição.

Fonte: Missão Portas Abertas