Eva Green sai em defesa do filme “A Bússula de Ouro”. A atriz, que foi a Bond Girl no último filme de 007, diz que a acusação de que o longa-metragem ataca o catolicismo é “muito barulho por nada”.

O filme, que também tem Nicole Kidman no elenco, traz uma mensagem hostil às Sagradas Escrituras, de acordo com grupos conservadores religiosos.

Eva insiste que Philip Pullman, autor da trilogia da qual o filme faz parte, é moralmente sadio, apesar de fazer críticas à Igreja católica Romana.

“Estou surpresa pelo fato de as pessoas estarem tão chateadas. Estão fazendo muito barulho por nada. Nos regimes passados da Rússia e da China, todos controlavam crenças. Isso é mais sobre liberdade de expressão e destino”, defende Eva.

“A Bússola de Ouro” conta a história de uma menina em um mundo tomado pela luta entre o bem e o mal.

Fonte: Ego