Bíblia rasgada com inscrição sarcástica colocada sobre ela, em exposição na UFPE
Bíblia rasgada com inscrição sarcástica colocada sobre ela, em exposição na UFPE

O Centro de Artes e Comunicação (CAC) da Universidade Federal do Pernambuco está realizando uma exposição de “arte” que está gerando grande revolta por expor peças que consistem no vilipêndio de objetos que são símbolos do cristianismo (catolicismo e protestantismo), como uma Bíblia com páginas rasgadas e também com partes íntimas desenhadas, como ânus e vagina.

Na exposição “Tramações : Cultura Visual, Gênero e sexualidades”, que foi lançada no começo do mês de maio e deve ir até o dia 3 de junho no CAC e de 4 a 7 de junho no Instituto de Arte Contemporânea, no Centro Cultural Benfica, existem “obras” que fazem apologia ao aborto e causas defendidas pelos movimentos feminista e LGBT.

Segundo a própria página da exposição, a intenção do evento é colocar em foco as questões de gênero e sexualidade de “forma poética”.

“Lançamos nossos olhares para as questões de gêneros e sexualidades e criamos poéticas para pensar/sentir os feminismos, os discursos queer, o corpo e as relações de poder estabelecidas pelos demarcadores sociais da diferença”, destaca a página oficial do evento.

A denúncia foi feita por uma página alternativa, criada por estudantes da Universidade, a “UFPE – Paralela”.

“A utilização da bíblia protestante como uma peça da exposição. Dentro desta, há vários rabiscos, páginas rasgadas e colagens. Alguns rabiscos e alterações são realizados pelo público e outros foram previamente feitos pelo artista”, explicou a página ao mostar uma foto da Bíblia exposta.

A página também lembrou que a exposição viola uma lei do código penal no que trata a respeito de ofensas de cunho religioso.

“CP – Decreto Lei nº 2.848 de 07 de Dezembro de 1940. Art. 208 – Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso”, citou o grupo.

“E aí, Ascom UFPE, o desrespeito a religião de BOA PARTE dos estudantes da UFPE é legitimado e apoiado pela instituição?”, questionou a página ao departamento de comunicação da Universidade.

Confira abaixo imagens fortes de total desrespeito a Bíblia:

Fonte: Guia-me