Polícia
Polícia

Em Ribas do Rio Pardo, no Mato Grosso do Sul, a Polícia Civil prendeu uma mulher, que é suspeita de estelionato contra membros de uma igreja.

Ela se passava por pastora e pedia dinheiro para supostas obras de Deus.

A golpista foi identificada como Claudeci Santos Almeida. Segundo os investigadores, ela chegou a arrecadar R$ 20 mil.

Fiéis relataram que ela recebia doações financeiras e utilizava o dinheiro para gastos pessoais.

A polícia suspeita ainda que a falsa pastora vinha realizando atendimentos espirituais em sua residência, na casa das vítimas e também em uma igreja.

Almeida já era investigada em função de um mandado de prisão em aberto, que tinha sido expedido pela Justiça de Goiás, de onde ela fugiu após aplicar golpes.

A prisão de Claudeci aconteceu durante uma operação conjunta entre a Corregedoria-Geral da Polícia Civil e a Delegacia de Ribas do Rio Pardo.

Fonte: Pleno News