Família cristã no Vietnã
Família cristã no Vietnã

Dhon e sua esposa Y Mae (nomes alterados por motivos de segurança) enfrentam uma intensa perseguição no Vietnã, tanto da comunidade quanto das autoridades locais. No país comunista e de maioria budista, os cristãos costumam ser hostilizados e violentados de várias formas.

A situação do casal começou a se complicar em 2020, quando sua plantação de arroz foi totalmente destruída, Mae foi demitida de seu emprego e os dois filhos expulsos da escola. Além disso, Dhon foi pressionado a negar a Cristo.

Por não negar sua fé, Dhon foi agredido pelos moradores locais. De acordo com a Portas Abertas, a família foi expulsa da aldeia onde viviam, em abril de 2021. Eles foram obrigados a deixar a própria casa somente com a roupa do corpo.

Além disso, tiveram o gado confiscado pelos vizinhos e governantes da região. Atualmente, eles estão morando a 400 quilômetros da antiga casa e estão sendo ajudados por uma igreja, com moradia, alimentação e a busca de um emprego para o casal.

A paranoia ditatorial dos governantes vietnamitas têm colaborado muito para o aumento da perseguição aos seguidores de Cristo. Mesmo assim, há muitos relatos de que eles suportam todas as humilhações e dificuldades com fé e coragem.

Fonte: Guia-me com informações de Portas Abertas