Diversas ONGs estão atuando no Chifre da África e aceitam doações em dinheiro e trabalho voluntário. 3,2 milhões de pessoas precisam de ajuda imediata para sobreviver.

A divulgação do primeiro relatório sobre o número de mortes provocadas pela crise alimentar na região do Chifre da África revela que mais de 29 mil crianças com menos de 5 anos já morreram de fome nos últimos três meses na Somália – uma média de 300 por dia, quase 15 por hora.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), 640 mil crianças somalis estão subnutridas e 3,2 milhões de pessoas – de uma população total de 7,5 milhões – precisam de ajuda imediata para sobreviver.

Nesta semana, a ONU declarou situação de fome em mais três regiões do sul da Somália, elevando a cinco o total de áreas atingidas.A ONU calcula que dezenas de milhares de pessoas tenham morrido em decorrência do atual período de seca, o pior a afetar a Somália em 60 anos.

O alto índice de crianças somalis com desnutrição aguda indica que o número de óbitos entre crianças pequenas aumentará ainda mais. Conheça algumas das formas de ajudar a Somália a combater a fome. E participe divulgando a hashtag #ajudeasomalia no Twitter.

Doações em dinheiro para ajudar a Somália

[url=http://www.icrc.org/eng/donations/index.jsp]Cruz Vermelha Internacional (ICRC)[/url]
É necessário escolher a operação de destino antes de prosseguir com a doação. Há opções de transferência bancária ou postal.

[url=http://www.unhcr.org/emergency/somalia/]Agência de Refugiados das Nações Unidas (UNHCR)[/url]
Doações únicas ou mensais, em dólares e via cartão de crédito. Com apenas US$ 7 (cerca de R$ 11), já é possível comprar um kit de alimentação para uma criança desnutrida.

[url=https://www.wfp.org/donate/fillthecup]Programa Mundial de Alimentos (WFP)[/url]
A agência filiada à ONU permite doações em seis moedas diferentes (R$ não incluso) e o direcionamento da ajuda – para a África ou o local “onde a necessidade for maior”.

[url=https://my.care.org/site/Donation2?df_id=9620&9620.donation=form1]Care[/url]
O doador pode optar entre as sugestões ou doar um valor desejado. A doação é feita em dólares. A entidade informa o que pode ser feito com o valor doado.

[url=https://www.msf.org.br/doador-sem-fronteiras]Médicos Sem Fronteiras (MSF)[/url]
Opção de pagamento via boleto bancário ou débito automático, em reais. A ONG também informa o que pode ser adquirido com a quantia. Com R$ 30, por exemplo, é possível ajudar uma criança desnutrida por um mês.

[url=https://www.kintera.org/site/apps/ka/sd/donor.asp?c=9fLEJSOALpE&b=7542629&en=hiIJLVPGKiLNLVMDKfJNKUMFKlK2LfPRIhLSI5PMKoJWJ6NGJjI7E]Unicef[/url]
O órgão do ONU aceita doações em dólares. O valor é automaticamente direcionada para ações nos países do Chifre da África.

[url=https://www.kenyaredcross.org/iVeri.php]Cruz Vermelha do Quênia[/url]
Para doações específicas para o Quênia, somente via cartão de crédito.

[url=https://secure.savethechildren.org/site/c.8rKLIXMGIpI4E/b.6239017/k.569B/Child_Hunger_Crisis_Fund/apps/ka/sd/donor.ASP]Save the Children[/url]
Doações feitas em dólares e somente via cartão de crédito. O valor é livre, mas a ONG indica que basta doar US$ 1 (pouco mais de R$ 1,50) por dia durante 100 dias para salvar uma criança da fome.

[url=https://community.elca.org/netcommunity/page.aspx?pid=679]Igreja Evangélica Luterana Americana (ELCA)[/url]
A instituição criou uma página específica para doações para a região. Além de opção de cartão de crédito, a página oferece endereço e telefone para quem está nos EUA e quer ajudar.

[url=https://actionaidusa.org/do/donate/east_africa_food_crisis/]Action Aid[/url]
Agência tem página simples para as doações. Basta preencher os dados, estipular o valor e contribuir.

[url=https://internationalmedicalcorps.org/sslpage.aspx?pid=341]International Medical Corps (IMC)[/url]
Segundo a ONG, cada dólar doado por um indivíduo é somado a US$ 30 oriundos de doações corporativas. Doações podem ser únicas ou periódicas, apenas via cartão crédito.

Voluntariado
Algumas agências, como as [url=http://www.onlinevolunteering.org/en/vol/opportunity_search/?rgn=2]Nações Unidas[/url] e o [url=http://www.worldvolunteerweb.org/take-action/be-a-volunteer.htmlC]Voluntariado Mundial[/url], oferecem programas de voluntariado, local ou à distância.

[b]Fonte: Estadão[/b]