Jovem orando no Nepal
Jovem orando no Nepal

Uma jovem garota, que orava por uma mulher doente em uma igreja, foi filmada por alguns anticristãos. O vídeo foi usado para incriminá-la com a acusação de proselitismo.

Ela foi presa e o caso de proselitismo registrado contra ela. Depois desse incidente, a polícia prendeu outras duas pessoas, acusando-as de estarem envolvidas no ato de conversão.

Depois que a nova Constituição foi colocada em prática, esse é apenas um dos diversos incidentes registrados no Nepal, onde prisões ocorrem quando um cristão está simplesmente orando ou falando sobre Cristo.

“O Nepal tende a ser um país cada vez mais anticristão. O proselitismo é quase completamente banido”, mencionou um parceiro da Portas Abertas no país.

O Nepal está em 32º lugar na Lista Mundial da Perseguição 2019. É um país do Sul da Ásia e tem como principal tipo de perseguição o nacionalismo religioso. Dos 29,6 milhões de habitantes, apenas 1,2 milhão é cristão.  Entre as religiões locais estão o hinduísmo, budismo, islamismo e kirati.

Apesar de todos os problemas, no entanto, o Nepal está progredindo: a economia está melhor, a forte pobreza diminui pouco a pouco e o cristianismo está crescendo rapidamente.

Os hindus radicais estão preocupados com isso, porque a maioria dos convertidos ao cristianismo são ex-hindus.

Os cristãos enfrentam ameaças, prisões, violência física, expulsão, além de terem suas casas e igrejas danificadas.

Fonte: Portas Abertas