Pichação no Muro das Lamentações foi coberta com tinta vermelha. (Foto: Reprodução/Israel First)
Pichação no Muro das Lamentações foi coberta com tinta vermelha. (Foto: Reprodução/Israel First)

Um pedaço do Muro das Lamentações, do lado Ocidental da muralha, em Jerusalém, foi vandalizado com inscrições antissemitas.

O texto escrito com grafite declarava “massacrem os judeus”.

Pouco depois a pichação foi coberta com tinta vermelha.

A Muralha Ocidental tem profundo significado espiritual para os judeus por causa da proximidade ao Santo dos Santos.

O vandalismo antissemita ocorreu em uma seção do Muro Ocidental em Jerusalém no fim de semana, segundo relatos locais.

A sentença foi publicada em árabe no Kotel HaKatan, ou “Pequeno Muro das Lamentações”, no sábado (20), no bairro muçulmano da Cidade Velha de Jerusalém, de acordo com a Jewish Telegraphic Agency.

Uma jovem foi presa no sábado à noite por estar supostamente em conexão com o incidente, de acordo com a agência. Seu nome e idade exata não foram divulgados, mas ela foi referida como uma “garota” no relatório.

Uma imagem publicada pelo Twitter do canal Israel First TV mostra a seção da parede com a mensagem antissemita coberta.

O Pequeno Muro das Lamentações está localizado em um beco estreito a cerca de 200 metros ao sul do Muro Ocidental, ao lado do Portão de Ferro, em um beco estreito, e apenas algumas fileiras de suas pedras estão expostas.

Fonte: Guia-me com informações de Jewish Telegraphic Agency