A intenção é de adquirir um ultimo terreno que fica ao lado da sede e que está à venda, para cumprir a decisão do Ministério Público.

Foi divulgado pelo apóstolo Estevam no culto do ultimo domingo, 31 de julho, que a Igreja Renascer Sede que desabou matando 9 pessoas no bairro do Cambuci em São Paulo, não será reconstruída: “Eu tenho um desafio de Deus para vocês” discursou Estevam. “Nós estávamos tentando reconstruir a sede, porque nós tínhamos o direito legal na lei. Infelizmente nós nos deparamos com uma situação em que tivemos a aprovação, os alvarás, mas fomos impedidos de fazer por uma decisão judicial. Eu tenho uma notícia para você hoje: Nós não vamos mais reconstruir a lins, mas nós vamos construir a lins.” disse

A intenção da Renascer é de adquirir um ultimo terreno que fica ao lado da sede e que está à venda, com isso a igreja poderá cumprir a decisão do Ministério Público que com uma liminar cassou o alvará de reconstrução alegando que a Renascer não mostrou nenhuma alternativa para amenizar o fluxo de veículos no local. Com o novo projeto, a Renascer pretende construir quatro estacionamentos no subsolo um templo com capacidade para duas mil pessoas e um prédio com quinze andares.

Ainda no culto, Estevam chamou 318 pessoas com uma oferta nos valores de R$1 mil, R$3 mil e R$5 mil reais . “Miséria não tem nada a ver com Deus. Você vai prosperar como nunca prosperou. O terreno custa um valor bem alto. Eu preciso de 318 pessoas que se levantem com esses valores.” Diversas pessoas aceitaram contribuir para ajudar na compra do terreno.

[b]Outro lado
[/b]
Os moradores do Cambuci não querem a volta da Igreja Renascer no local e sim a Praça do Cinema e o Museu do Cinema, já que antes de ser um templo, o imóvel abrigou o Cine Riviera.

Advogados ouvidos pela Folha Renascer disseram que o pedido dos moradores dificilmente será ouvido, já que o imóvel pertence a Igreja Renascer.

[b]Fonte: Folha Renascer[/b]