Pedofilia na igreja
Pedofilia na igreja

O Tribunal de Justiça da Paraíba adiou para o dia 11 de dezembro o julgamento da Arquidiocese da Paraíba por crimes de pedofilia praticados por um padre. No processo, o Ministério Público pede a condenação da Arquidiocese por danos morais coletivos.

O procurador de justiça Herbert Douglas Targino explicou ao Portal MaisPB que o adiamento atende a pedido da defesa da Arquidiocese. O processo seria julgado nesta terça-feira (27) na Primeira Câmara do TJPB.

O MPPB pediu que Arquidiocese da Paraíba seja condenada e pague multa de R$ 286 mil em virtude de uma série de abusos sexuais cometidos por um padre, já falecido, contra cerca de 20 crianças e adolescentes.

O procurador Herbert Douglas Targino explicou que a igreja não pode ficar indiferente na responsabilidade civil nos atos praticados por seus representantes. Segundo ele, já há jurisprudência no Supremo Tribunal de Justiça que faz referência consolidando responsabilidade solidária da igreja.

Fonte: MaisPB