Covid-19 (foto por Edward Jenner on Pexels.com
Photo by Edward Jenner on Pexels.com

Os líderes da Igreja na Europa estão sendo instados a encorajar seus rebanhos a serem vacinados e “observar as medidas sanitárias necessárias”.

O apelo conjunto foi feito pelo Rev. Christian Krieger, presidente da Conferência das Igrejas Europeias, e pelo Cardeal Jean-Claude Hollerich SJ, presidente da Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia (COMECE).

Eles conclamaram os cristãos a agirem com “responsabilidade e cuidado”, à medida que os casos da Covid continuam aumentando em toda a região.

O Reino Unido já tem milhares de casos confirmados de Ômicron, o que levou o governo a lançar uma nova campanha para entregar um milhão de doses de reforço por dia nas próximas semanas.

Em sua declaração, Krieger e Hollerich argumentam que a vacinação é a melhor maneira de combater a Covid-19, mas lamentam que em algumas partes da Europa, a absorção permaneça baixa, apesar da disponibilidade de vacinas.

“De acordo com os relatórios, as infecções por Covid-19 ainda estão aumentando na Europa, enquanto os médicos e paramédicos estão exaustos e os hospitais correm o risco de colapso iminente”, disseram eles.

“Depois de ouvir especialistas em ciência e medicina, acreditamos que a vacinação é atualmente a forma mais eficaz de combater a pandemia e salvar vidas humanas.

“A vacinação oferece proteção não só a nós mesmos, mas também a nossos irmãos e irmãs, especialmente os mais frágeis entre nós. É, portanto, um ato de amor e cuidado e também de responsabilidade civil e justiça social”.

Eles continuam a exortar os líderes da igreja a combater a desinformação sobre a vacina e ajudar as pessoas em suas congregações a tomarem decisões informadas.

“Reconhecemos que a decisão de se vacinar pode não ser fácil e as razões para hesitar podem ser múltiplas”, disseram eles.

“Alguns podem não conseguir receber a vacinação devido a problemas médicos graves. Outros podem ter medo ou duvidar de seus efeitos.

“Nós os encorajamos a esclarecer suas preocupações e tomar uma decisão bem informada após terem buscado aconselhamento profissional de autoridades competentes e especialistas.

“Lamentavelmente, também estamos testemunhando a disseminação de informações falsas e reivindicações infundadas em nossas sociedades com relação à vacinação, causando medo e polarização em um momento em que nossas sociedades precisam de coesão, unidade e solidariedade”.

Eles acrescentaram: “Apelamos veementemente a todos os que têm responsabilidade na sociedade, incluindo atores políticos e da mídia, bem como nossas igrejas membros, para combater quaisquer tentativas de desinformação.”

Folha Gospel com informações de The Christian Today


Comentários