Sara Nemer com os filhos, o humorista Jonathan Nemer e a cantora Rebeca Nemer. (Foto: Instagram/Sara Nemer)
Sara Nemer com os filhos, o humorista Jonathan Nemer e a cantora Rebeca Nemer. (Foto: Instagram/Sara Nemer)

Sara Nemer, mãe de Jonathan e Rebeca Nemer, completa 90 dias de internação hoje, sexta-feira (9). Ela está no Hospital Beneficente Unimar, em Marília (SP), desde o dia 9 de abril, devido a complicações da Covid-19.

Nesta quarta-feira (7), o humorista Jonathan Nemer fez um vídeo falando sobre a aflição nesse longo período de batalha pela vida de Sara, informa a jornalista do site Guia-me, Luana Novaes. “Muita coisa passa na cabeça. A dor da ausência da pessoa em casa é algo muito significativo, que dói demais”, disse ele.

“Tem sido bem sentida a falta dela, mas por outro lado, glória a Deus, porque em 90 dias, Deus tem sustentado, Deus tem mantido ela viva. O coração está batendo e a esperança continua”, acrescentou Jonathan.

O humorista relata que os últimos três meses foram marcados por “muitos altos e baixos”.

Sara foi internada com Covid-19 no Hospital Unimar no dia 9 de abril e, dois dias depois, precisou ser transferida para a UTI, após desenvolver pneumonia. No dia 16 de abril, a situação se agravou e ela precisou ser intubada.

Em 15 de maio, Jonathan informou que a mãe havia contraído uma superbactéria na UTI e que, segundo os médicos, ela teria 72 horas para responder ao tratamento com antibióticos. Passados alguns dias, Sara respondeu ao medicamento e a infecção foi controlada.

Mas, no dia 21 de maio, seu pulmão teve um grave comprometimento e sua saturação de oxigênio ficou muito baixa. A equipe médica informou à família que o quadro de Sara era irreversível.

Apesar das diversas complicações em seu quadro, Sara começou a apresentar melhoras e foi transferida da UTI de Covid-19 para a UTI branca, a fim de continuar o tratamento. Em 13 de junho, Jonathan informou que sua mãe estava acordada, lúcida e fazendo reabilitação pulmonar para fazer o desmame do ventilador mecânico.

“Não tem infecção, não tem Covid, está na UTI branca — a UTI branca é a UTI não Covid. A UTI Covid é geralmente a área roxa”, explicou Jonathan na época.

Desde então, a família Nemer tem vivido com a expectativa de sua alta. “Tem dia que você está super confiante, sentindo que logo logo ela vai sair, mas do nada [a situação] dá três passos para trás, [e penso]: vai demorar quanto ainda?”, confessa Jonathan.

Apesar das diversas complicações em seu quadro, Sara começou a apresentar melhoras e foi transferida da UTI de Covid-19 para a UTI branca, a fim de continuar o tratamento. Em 13 de junho, Jonathan informou que sua mãe estava acordada, lúcida e fazendo reabilitação pulmonar para fazer o desmame do ventilador mecânico.

“Não tem infecção, não tem Covid, está na UTI branca — a UTI branca é a UTI não Covid. A UTI Covid é geralmente a área roxa”, explicou Jonathan na época.

Desde então, a família Nemer tem vivido com a expectativa de sua alta. “Tem dia que você está super confiante, sentindo que logo logo ela vai sair, mas do nada [a situação] dá três passos para trás, [e penso]: vai demorar quanto ainda?”, confessa Jonathan.

Fonte: Guia-me (Luana Novaes)