Uma equipe da Fundação Irene Gleeson, em Uganda, ora diante de Bíblias, rádios transistorizados que devem ser distribuídos a 1000 famílias nos distritos de Kitgum e Lamwo. (Foto: Reprodução/UGCN).
Uma equipe da Fundação Irene Gleeson, em Uganda, ora diante de Bíblias, rádios transistorizados que devem ser distribuídos a 1000 famílias nos distritos de Kitgum e Lamwo. (Foto: Reprodução/UGCN).

Com o apoio da Daystar Television Network, a Fundação Irene Gleeson (IGF) deve distribuir livremente 1.000 exemplares de Bíblias para famílias da região norte de Uganda.

John Paul Kiffasi, diretor executivo do IGF, anunciou na sexta-feira (10) que, além das Bíblias, a organização de caridade cristã também distribuirá 1.000 rádios transistorizados.

“Esses rádios melhoram a educação da comunidade e aumentam o acesso às informações sobre prevenção da pandemia, considerando que a maioria da nossa população depende da rádio FM para obter todas as informações”, disse John Paul Kiffasi.

As Bíblias estão no idioma Acholi e serão distribuídas às famílias majoritariamente nos distritos de Kitgum e Lamwo. Os dois distritos abrigam principalmente o Acholi, um grupo luo nilótico também encontrado parcialmente na parte oriental do Sudão do Sul.

De acordo com o censo populacional de 2014, Uganda tem aproximadamente 1.500.000 pessoas falantes de Acholi.

A Sociedade Bíblica de Uganda relatou anteriormente que a parte norte de Uganda sofreu guerra no passado e “a Bíblia contribuiu como um ponto de reconciliação”.

A Fundação Irene Gleeson ajudou milhares de crianças vulneráveis ​​em Uganda a obter educação.

Fonte: Guia-me com informações de UG Christian News