Gabriel Costa Silva, ministro de louvor morto por engano no ES
Gabriel Costa Silva, ministro de louvor morto por engano no ES

Gabriel Costa Silva, um jovem de 21 anos foi morto por engano no bairro Ponta da Fruta, em Vila Velha, nesta terça-feira (18), por volta das 16h30.

Ele era morador da Barra do Jucu e estava na região visitando familiares.

Gabriel foi abordado por dois criminosos enquanto estava indo para a praia. Eles já chegaram atirando no rapaz. Dois disparos foram efetuados e muitas pessoas presenciaram a cena.

Ele ministrava louvor na Igreja Batista de Santa Mônica. Uma amiga da família, Verônica Soares, relata que ele era um menino sempre tranquilo, alegre e brincalhão.

Um primo da vítima disse que Gabriel passou no vestibular e iria começar a faculdade no início do ano. Um amigo também conta que ele falava inglês fluente e sonhava em ir para fora do país.

A vítima está sendo velada na Igreja Batista do bairro Santa Mônica, onde frequentava.

Engano

Testemunhas que viram o crime indicaram para a polícia quem eram os criminosos. Os dois chegaram a fugir e obrigaram um taxista a dirigir para eles.

Com o cerco feito, os dois não tiveram saída, mas chegaram a jogar a arma em um matagal.

A dupla de criminosos foi identificada como Gabriel Soares Pereira, de 21 anos, e Welder Santos Cardoso, de 20 anos. Eles foram autuados em flagrante por homicídio.

Gabriel ministrava o louvor em uma Igreja Batista de Santa Mônica.  — Foto: Imagens de Arquivo
Gabriel ministrava o louvor em uma Igreja Batista de Santa Mônica. — Foto: Imagens de Arquivo

Na manhã desta quarta-feira (19) eles foram levados para o presídio. Os dois contaram para a polícia que confundiram Gabriel com um rival e mataram o jovem por engano.

Fonte: G1