O professor Marcos Abreu, que mora no bairro de Santa Mônica, em Salvador, reclama do barulho provocado pela Igreja Universal do Reino de Deus localizada na Avenida General San Martin.

Segundo ele, uma música é tocada com o volume alto por várias horas seguidas.

“Meu apartamento deve estar a uns 200 metros de distância da Igreja, mas som é tão alto que parece estar aqui dentro. Minha esposa passa o dia em casa e não está conseguindo trabalhar. Não tem cristão que aguente”, ressalta.

Marcos informa que fez uma denúncia para a Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo (Sucom), que pediu que ele aguardasse o atendimento.

O problema já durava alguns dias, mas somente nesta quinta-feira, 13, a Igreja diminuiu o volume do som, que permanece initerrupto por cerca de oito horas diárias.

Contatada pela reportagem do Portal A TARDE, a Igreja Universal afirmou que o professor havia entrado em contato para reclamar e depois voltou a ligar para agradecer a resolução do problema, entretanto Marcos desmente a informação.

[b]Fonte: Jornal A Tarde[/b]