Líder católico e arcebispo de Canterbury reconheceram profundas diferenças sobre questões que vão desde direitos dos homossexuais ao sacerdócio feminino.

O papa Francisco e o novo líder mundial dos anglicanos reconheceram profundas diferenças sobre questões que vão desde direitos dos homossexuais ao sacerdócio feminino, mas se comprometeram a buscar unidade ao se encontrarem pela primeira vez, nesta sexta-feira, desde que ambos tomaram posse em março.

[img align=left width=300]http://exame3.abrilm.com.br/assets/images/2013/6/219314/size_590_2013-06-14T143636Z_1_BSPE95D14L300_RTROPTP_4_MUNDO-RELIGIAO-PAPA-ANGLICANO.JPG?1371220983[/img]As relações entre as igrejas católica e anglicana são tensas há anos, especialmente sobre a ordenação de mulheres anglicanas como sacerdotes, e o encontro no Vaticano é visto como uma oportunidade para reduzir as tensões.

Ao receber o arcebispo de Canterbury, Justin Welby, no Vaticano, Francisco pediu aos cristãos que trabalhem juntos para proteger os “fundamentos da sociedade”, como o respeito à vida humana e à instituição da família construída sobre o casamento.

Francisco tomou posse como o líder dos 1,2 bilhão de católicos do mundo em 19 de março, após a abdicação de Bento 16, e apenas dois dias antes de Welby assumir oficialmente no lugar de Rowan Williams como chefe dos 80 milhões de seguidores da Comunhão Anglicana.

Welby disse nesta sexta-feira esperar que a proximidade das posses dos dois líderes “sirva à reconciliação do mundo e da Igreja”, embora salientando as dificuldades à frente.

“Não podemos ignorar que existem diferenças sobre como podemos levar a fé cristã a suportar os desafios colocados pela sociedade moderna”, disse ele.

A ordenação anglicana de mulheres é uma questão espinhosa entre as duas Igrejas, com o Vaticano opondo-se firmemente às sacerdotes do sexo feminino. As tentativas do predecessor de Francisco, Bento 16, de atrair anglicanos descontentes de volta ao catolicismo causou atrito.

Em 2009, Bento 16 decretou que os anglicanos que estivesse com o sentimento de que sua Igreja se tornou muito liberal poderiam encontrar uma casa no catolicismo, em uma hierarquia paralela que lhes permite manter algumas das suas tradições, como partes da liturgia anglicana e o Livro Anglicano de Oração Comum.

[b]Fonte: Exame.com[/b]