O Vaticano destituiu um padre da arquidiocese da Filadélfia, nos EUA, devido a acusações de tortura e maus-tratos de crianças, informou a agência Associated Press.

O padre Thomas J. Smith foi acusado de chicotear e espetar com pregos crianças que participavam de encenações da Paixão de Cristo. A informação foi revelada por um relatório da Justiça americana.

Segundo o documento, o padre Smith, considerado “depravado e sádico”, chicoteava crianças até deixar marcas. Também pesam sobre ele acusações de assédio sexual.

Os crimes teriam ocorrido entre 1973 e 2004, quando foi afastado.

Font: Folha de São Paulo