Pastor Andrew Brunson se reúne com o presidente dos EUA, Donald Trump Foto: EFE/EPA/Olivier Douliery
Pastor Andrew Brunson se reúne com o presidente dos EUA, Donald Trump Foto: EFE/EPA/Olivier Douliery

Neste sábado (13), o pastor americano Andrew Brunson voltou para os Estados Unidos (EUA) após passar mais de 2 anos preso na Turquia. Após sua chegada, ele se dirigiu à Casa Branca e se reuniu com o presidente Donald Trump.

O retorno do missionário foi anunciado pelo presidente do Family Research Council, Tony Perkins, por meio das redes sociais.

“Acabamos de chegar na base Andrews com o pastor Brunson e sua esposa, Norine. Eles estão gratos por estarem em casa nos EUA”, escreveu.

Brunson teve permissão para deixar a Turquia nesta sexta-feira (13), após um tribunal decretar sua liberdade.

Ele foi condenado a três anos de prisão por dar apoio a grupos terroristas. Os juízes resolveram liberar o pastor após concluir que ele já havia cumprido dois terços da pena em prisão preventiva.

A situação do pastor gerou uma verdadeira rixa diplomática entre os dois países.

Em agosto deste ano, a Turquia chegou a oferecer a libertação do pastor desde que os Estados Unidos encerrassem a investigação contra o banco Halkbank por violar as sanções americanas contra o Irã.

Fonte: Pleno News