Pastores da Nicarágua qualificaram o porto-riquenho José Lusi de Jesús Miranda, que se autoproclama de “anticristo”, de impostor e farsante. O pastor Augusto Cesar Marenco, do Ministério Apostólico Centro Cristão, declarou que Miranda é um charlatão e convidou-o a visitar a Nicarágua para manter um debate teológico.

Seguidores de Miranda organizaram, na terça-feira, a primeira marcha da seita na capital. Miranda ganhou notoriedade na América Central quando teve seu ingresso proibido na Guatemala, em El Salvador e Honduras, por pressão de igrejas evangélicas e da Igreja Católica.

O “anticristo” e fundador do Ministério Internacional Crescendo em Graça tem 60 anos e uma fortuna superior a 20 milhões de dólares. Ele usa anéis de diamantes, relógios de ouro e anda em carros blindados. A tesoureira do seu Ministério é a filha Joane.

Marenco entende que as autoridades da imigração devem deixa-lo entrar no país, em junho, pois proibir o seu ingresso violaria a Constituição. Ele descartou uma aliança com a Igreja Católica para enfrentá-lo juntos.

O representante em Manágua do Ministério Internacional Crescendo em Graça, Saul Chávez, disse que eles já têm personalidade jurídica no país e logo o sistema católico e protestante terão um fim, quando os escolhidos forem iluminados pelo anticristo.

Chávez disse que o Ministério Crescendo em Graça teve boa acolhida na capital. Explicou que o número 666, vinculado no texto sagrado à besta, é para eles símbolo da prosperidade, reportando-se que o rei Salomão recebeu em seu tempo 666 talentos de ouro.

O bispo de Manágua, dom Leopoldo Brenes, exortou os cristãos a não darem ouvido ao representante da seita de Miranda. Disse que “há muitos que se autoproclamam líderes para distrair um pouco e mostram ressentimento contra a igreja”.

O pastor menonita Jairo Arce comentou que Miranda deveria ser ignorado, por ser um farsante, sem qualquer sustentação teológica. “O que ele quer é fama e conseguiu-o na Nicarágua quando os três diários nacionais lhe deram espaço”, comentou.

O porta-voz do Ministério Crescendo em Graça, Suyen Chavez, disse que Miranda deverá visitar o país em maio ou junho.

Fonte: ALC