Cientologia é uma seita acusada de abortos, assédio moral e até abuso sexual
Cientologia é uma seita acusada de abortos, assédio moral e até abuso sexual

Trazida ao Brasil em 91 pelo venezuelano Randolph Sambo, 45, e sua mulher, a brasileira Lucia Whinter, 43, a igreja da cientologia tem hoje duas sedes em SP e um grupo em Jundiaí

O astro Tom Cruise faz a festa dos tablóides desde que resolveu aproveitar os holofotes para divulgar a cientologia, conhecida como Igreja de Hollywood. Tanta exposição da vida pessoal e da crença polêmica, na avaliação de críticos de cinema, prejudicou a estréia de “Missão: Impossível 3” nos EUA, no último final de semana. O filme, considerado o melhor da série, arrecadou US$ 48 milhões nos três primeiros dias, 20% abaixo da expectativa dos distribuidores.

A bilheteria teria sido afetada pela imagem do ator, supostamente arranhada por declarações controversas, como quando criticou Brooke Shields (“A Lagoa Azul”) por tomar remédio contra a depressão pós-parto (em entrevista, na semana passada, a atriz o provocou: “Ouvi gente que disse ser possível tratar de depressão com religião. Respeito, mas é um problema clínico, não espiritual.”). Se o cinema de Tom Cruise pode ter sofrido abalo com sua pregação religiosa, a cientologia, por outro lado, “bombou”.

Fundada em 1954 pelo escritor norte-americano Ron Hubbard (autor de ficção científica, entre outros temas), a religião pega carona nas figuras hollywoodianas (John Travolta é outro “fiel-grife”). Sua sede internacional, aliás, um prédio oponente, fica em Los Angeles, a terra do cinema.

Basicamente, a cientologia defende que o homem pode melhorar sua vida através de estudos e exercícios _disponíveis em seus livros, DVDs, palestras etc. Na internet, há um sem-fim de debates entre defensores e críticos. Pessoas que dizem ter salvado a vida por meio da religião e outras que relatam ter pensado em suicídio depois de se submeterem à “lavagem cerebral caça-níquel”.

Cruise, 43, é membro da igreja há 20 anos, mas assumiu o papel de seu garoto-propaganda recentemente. Quando filmava “Guerra dos Mundos” (2005), de Steven Spielberg, uma tenda com atendentes cientologistas foi montada. Além de divulgar a igreja nas entrevistas, o ator propaga aos quatro ventos a felicidade que teria obtido através dela –um bom exemplo é a cena na qual pulou em cima do sofá do famoso programa de Oprah Winfrey (EUA), para se declarar a Katie, 27.

“Efeito Tom Cruise”

Trazida ao Brasil em 91 pelo venezuelano Randolph Sambo, 45, e sua mulher, a brasileira Lucia Whinter, 43, a igreja da cientologia tem hoje duas sedes em SP (Vila Mariana e Carrão) e um grupo em Jundiaí (60 km da capital).

Segundo Sambo, com o “efeito Tom Cruise”, a procura pelos templos paulistanos aumentou de 20% a 30%. Desde que o ator começou o romance com Katie, estrela do seriado “Dawson’s Creek”, e não saiu mais da mídia, as sedes de São Paulo têm recebido, por semana, cerca de 140 pessoas em busca de informações.

Animados, os cientologistas do Brasil têm planos de ampliação. Uma tenda semelhante à montada ao lado do set de “Guerra dos Mundos” esteve neste mês em Salvador, onde será inaugurada uma sede. Sambo afirma estar negociando com a Prefeitura de SP para montar a tenda num parque, de preferência no Ibirapuera.

Na barraca são vendidos livros, CDs, DVDs e realizados testes de personalidade –porta de entrada dos fiéis, que aponta pontos fracos e um curso para melhorá-los.

Na igreja da Vila Mariana o local nada lembra igrejas ou templos. Parece um conjunto de escritórios ou escola de inglês, com mesas, lousas e divisórias.

Na porta, um cartaz avisa: “teste de personalidade gratuito”. O questionário tem 200 perguntas, com três alternativas para resposta –sim, talvez e não.

Sambo afirma ter cadastrado 20 mil nomes no país. Não significa que sejam todos convertidos à religião, já que há os que fazem o teste de personalidade e não voltam.

Sambo e a mulher abriram em 2001 a editora Ponte, que lançou em português cerca de 60 títulos sobre o tema. O principal deles, de Dianética (técnica para se livrar de traumas), já vendeu 7.000 cópias, um bom resultado no país.

Formado em direito, Sambo conheceu Lúcia, ex-veterinária, num curso da religião nos Estados Unidos. Casaram-se e decidiram implantar a religião ao Brasil.

Para Sambo, as histórias da abstinência sexual de Tom Cruise e de que ele teria comido a placenta do filho e não passam de lenda, ele diz não haver dogmas na cientologia. Já o parto em silêncio é fato. E vem aí muito mais, já que os fiéis hollywoodianos vão se casar em breve. Na igreja da cientologia, claro.

Fonte: Folha Online