Rodolfo Abrantes participa do programa "The Noite" com Danilo Gentili, no SBT

Na noite da última terça-feira (23), foi ao ar a participação de Rodolfo Abrantes no programa ‘The Noite’ (SBT), apresentado por Danilo Gentili.

Entre outros temas, o músico e pregador teve a oportunidade de compartilhar seu testemunho de transformação, conforme um trecho da entrevista, divulgado na página do próprio programa.

Quando questionado por Gentili sobre o momento em que sua vida mudou por completo ao se entregar a Jesus, Rodolfo compartilhou seu testemunho, explicando que Alexandra (atualmente sua esposa) teve uma participação importante nesse processo de sua conversão.

“A minha história com o Senhor foi bem interessante. Eu amo contar essa história. Já contei ela um dois bilhões de vezes, mas sempre é como se fosse a primeira vez”, disse ele. “No ano de 2000 eu reencontrei a minha esposa. A gente tinha se conhecido em 94, quando o Raimundos foi abrir um show do Ramones em uma turnê do Ramones no sul do Brasil. Naquela época ela já dava aula de inglês, então ela foi contratada para ser intérprete dos Ramones”

“Eu achei ela a menina mais linda do mundo e no dia que eu olhei para ela, falei: ‘com essa eu caso’”, acrescentou. “Para resumir uma longa história, em 2000 a gente se reencontrou e ela estava muito louca. Se ela estivesse aqui, ia dizer que eu era muito mais louco que ela, mas não. Ela era muito mais louca que eu. A gente era um casal bem problema, mas a gente se amava e ficou junto”.

Rodolfo lembrou que ambos viviam em um contexto fora de controle e que isso acabou prejudicando o relacionamento entre eles. Além disso, ele começou a sentir fisicamente as consequências de seus excessos com drogas e álcool.

“Inevitavelmente, com a vida louca que a gente tinha, não tinha como o relacionamento dar certo e começou a se deteriorar. Junto a isso, eu comecei a sofrer no meu corpo as consequências dos abusos que eu fazia. Eu comecei a ficar doente. Sou filho de pai e mãe médicos, mas eu não tinha coragem de fazer um exame, porque eu não tinha coragem de encarar, de repente, um diagnóstico pesado contra a minha vida”, contou.

“A conta começou a chegar. Comecei a perder muito peso, a ficar com muita cara de doente, as pessoas vinham me perguntar: ‘está tudo bem com você?’. Amigas da minha namorada (que hoje é minha esposa) diziam: ‘acho que esse cara está com HIV’. Eu tinha muito medo [de estar com AIDS], porque a minha vida era extremamente promíscua e há muito tempo”, acrescentou.

“Como vocalista de uma banda de sucesso, você tem sexo o tempo inteiro. Então, eu tinha muito medo de ter um encontro com a verdade. Eu aprendi a vida inteira que a verdade é dura e dói. Então, eu não queria saber disso. Eu pensava: ‘cara, se eu tiver que morrer, eu vou morrer’”, lembrou.

Enquanto isso, a saúde de Rodolfo só piorava e ele se preocupava cada vez mais.

“Apareceram uns caroços debaixo do meu braço, nas axilas. Eram como que ínguas, muito grandes, que doíam muito. Foram se multiplicando, na região da virilha. E eu estava ficando desesperado com aquilo. Estava tomando dois antiinflamatórios por dia para aquilo diminuir”, relatou.

E o seu relacionamento com Alexandra ficava a cada dia mais complicado e foi em Jesus que ela buscou refúgio.

“Nesse tempo, o nosso relacionamento começou a ficar terrível e a Alexandra começou a buscar a Deus. Por que? Os pais dela, quando ela era criança, frequentaram a igreja. Então, ela tinha essa raiz cristã. Sabe aquele crente de berço, que nunca seguiu, mas tinha temor?”, contou.

“Naquele momento, acho que aliado ao momento mais maduro da vida dela – apesar de ser o mais louco – ela começou a buscar a Deus de um jeito diferente, ou seja, ela entendeu que precisava mudar, que não era questão de vir e ‘Jesus, resolve essa área da minha vida’, mas sim questão de ‘Jesus, a minha vida está bagunçada e o Senhor ama esta vida bagunçada. Então eu te entrego a minha vida bagunçada desse jeito, porque só o Senhor pode consertar’. Por isso fica o recado, não tem bagunça que Ele não possa consertar”, acrescentou.

Momento sobrenatural

O músico explicou que mesmo não gostando de evangélicos, também não proibia que sua esposa realizasse reuniões de oração em sua casa. Mas o inesperado aconteceu.

“Ela começou com esses papos dessas irmãs para lá e para cá, com reuniões de oração dentro de casa e eu não gostava de nada daquilo. Eu não gostava de crente, eu não queria saber de Bíblia, eu não gostava de pastor, de igreja… Eu vinha do punk rock… eu não gostava de nada disso”, explicou.

“Até que um dia eu estava fumando no banheiro e as irmãs chegaram. Eu tinha me esquecido que era dia da reunião. Eu participei daquela reunião, entreguei a minha vida para Jesus, sem entender nada do que eu estava fazendo. Na real eu fiquei morrendo de medo daquelas mulheres”, disse ele.

“Chegou a semana seguinte e enquanto elas oravam por mim, uma delas me entregou uma palavra de conhecimento. […] Ela me entregou um recado de Jesus e me disse: ‘irmão, o Senhor Jesus está mandando te dizer que hoje ele está te curando de um câncer no estômago para você saber que Ele é Deus, que ele te ama e que Ele tem uma obra para fazer na tua vida”, destacou.

Rodolfo Abrantes lançou o clipe do single “Um Presente Pro Futuro”. Clique aqui e veja.

Veja o trecho da entrevista onde Rodolfo conta sobre a sua conversão:

Rodolfo Abrantes fala sobre amizade com Chorão:

Fonte: Guia-me