Mulher grávida
Mulher grávida

Oito bispos do Canadá decidiram congelar as doações que entregavam a uma instituição católica que promoveria alguns temas contrários à doutrina católica como o aborto, os contraceptivos e a ideologia de gênero.

A decisão prelados foi tomada logo depois de saberem os resultados preliminares de uma investigação à Organização Católica Canadense para o Desenvolvimento e a Paz (CCODP, na sigla em inglês).

Em uma declaração do dia 11 de abril, o Arcebispo de Toronto, Cardeal Thomas Collins, assinalou que “uma recente investigação dos parceiros da CCODP, realizada por representantes da Conferência dos Bispos Católicos do Canadá, causou preocupação sobre dezenas de organizações estrangeiras”.

“É fundamental assegurar que nenhum fundo permita a realização de projetos ou grupos que operem com temas contrários à moral e aos ensinamentos sociais da Igreja”, acrescentou.

Entre as outras sete dioceses que decidiram não financiar mais a CCODP estão as de St. Catharine, Edmonton, St. Paul, Nelson, Calgary e Whitehorse.

Os bispos do Canadá fundaram o CCODP em 1967 e atualmente colaboram com a investigação em andamento. O vice-diretor da organização, Romain Duguay, disse que “estamos confiantes de que este processo irá fortalecer o relacionamento com os bispos, e eles verão que somos realmente muito fiéis em relação à posição e todos os valores promovidos pela Igreja”.

Entretanto, Duguay admitiu que algumas instituições sociais da CCODP podem haver embarcado em projetos que têm valores que não estão de acordo com a doutrina católica. Se as investigações confirmarem isso, expressou, “interromperemos a parceria e buscaremos novos parceiros”.

A Arquidiocese de Toronto informou que congelaria uma doação de 800 mil dólares que ia ser entregue à CCODP.

O Arcebispo de Edmonton, Dom Richard Smith, relatou em 4 de abril que cerca de 40 parceiros da CCODP “”parecem mostrar evidência de conflito com o ensino moral e social católico” e não “demonstram pleno respeito pela santidade da vida humana”.

Além disso, Dom Smith disse que todo este tema começou na reunião que os bispos canadenses tiveram em fevereiro deste ano.

Por sua parte, o Arcebispo de Vancouver, Dom Michael Miller, destacou que a sua arquidiocese vai impedir “temporariamente” o financiamento para a CCODP até que “assegure claramente” que a instituição respeita os valores da Igreja.

Em 2009 se realizou uma investigação semelhante a esta. Como consequência disso, a CCODP cancelou alguns dos seus projetos.

Fonte: ACI Digital