Valdemiro Santiago
Valdemiro Santiago

O apóstolo Valdemiro Santiago, que protagonizou vários escândalos religiosos durante a pandemia, incluindo a venda de “feijões mágicos” que supostamente curavam a Covid-19, está novamente envolvido em polêmicas.

De acordo com o juiz Mário Roberto Negreiros Veloso, Valdemiro recebeu nos últimos anos uma “cifra milionária” da Igreja Mundial do Poder de Deus, da qual é líder e fundador.

“Há fortes indícios de que a igreja esteja transferindo seu patrimônio a Valdemiro”, declarou o magistrado, ressaltando que a igreja, fundada pelo líder religioso em 1998, pagou mais de R$ 1,2 milhão a ele no último ano, ou seja, mais de R$ 100 mil por mês.

De acordo com uma publicação postada no dia 30 de julho deste ano, pelo “Diário da Justiça Eletrônico”, foi feito um processo onde uma proprietária de um imóvel em São Vicente, cobra uma dívida em alugueis não pagos pela igreja entre junho de 2018 e julho de 2021.

A dívida seria de mais de R$ 500 mil (incluindo juros, correção monetária, multas e impostos não pagos, além de honorários advocatícios).

Em nota, a Igreja Mundial do Poder de Deus afirma que o apóstolo é apenas um líder eclesiástico e que não há qualquer confusão entre o patrimônio dele e o da igreja. “São apenas suposições construídas pela mídia”, diz a Igreja Mundial.

Fonte: PortalCM7.com