Na quinta-feira (24), um júri considerou culpado um líder religioso por manter relações sexuais com uma jovem menor de idade de sua igreja, em Mahwah (NJ).

O Reverendo Curtis Franklin foi condenado como resultado da acusação de estupro em 2º grau, depois que jurados do Tribunal Superior de Hackensack tomaram a decisão durante 2 dias de deliberações.

A fiança de US$ 200 mil do réu foi suspensa e ele foi mantido na Penitenciária do Condado de Bergen, onde aguarda a leitura da sentença em 14 de setembro. Ele pode ser sentenciado a até 10 anos de detenção.

Segundo testemunhas, Franklin conheceu a jovem quando ela tinha 15 anos de idade e ele 37 anos. O contato sexual começou em 2002 e o relacionamento continuou até que a jovem fizesse 19 anos, segundo o NorthJersey.com. A jovem contatou as autoridades em 2009, quando o líder religioso foi preso.

[b]Fonte: Brazilian Voice[/b]