Católico, o candidato do PSDB à Prefeitura de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) pediu ontem oração a pastores da Assembléia de Deus, uma das maiores igrejas evangélicas do país.

Depois de visitar a tradicional feira da madrugada do Brás (região central), ele embarcou na estação Brás da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) em direção à Vila Prudente (zona leste), onde tomou café-da-manhã com pastores da Assembléia de Deus.

No local, o tucano participou de uma cerimônia com os pastores e aproveitou para fazer um discurso religioso e “pedir orações”. “Quero pedir a oração de vocês. Está tudo nas mãos de Deus”, disse Alckmin.

Logo após, um pastor atendeu o pedido do candidato. “Que ele [Alckmin] possa fazer aquilo que a cidade precisa, que seu povo precisa”, disse o pastor em sua oração.

Alckmin não é o único a buscar o voto dos eleitores de fé. O prefeito Gilberto Kassab (DEM), que tenta a reeleição, pediu a benção do padre Marcelo Rossi, em uma missa no Santuário do Terço Bizantino. Alckmin também esteve com padre Marcelo.

No início de agosto, Kassab e Alckmin participaram de uma missa na Catedral da Sé em comemoração aos 50 anos de sacerdócio de dom Cláudio Hummes, ex-cardeal-arcebispo de São Paulo e atual prefeito da Congregação para o Clero no Vaticano.

Fonte: Folha Online