A prefeitura da cidade de Aparecida publicou dois decretos pedindo emergência na contratação de empresas para a realização de obras de pavimentação e abastecimento de água na cidade.

A urgência permite que a prefeitura contrate as empresas sem licitação. O motivo da correria é a visita do papa Bento XVI que chega a Aparecida em 22 dias, na sexta-feira do dia 11 de maio.

Para poder fazer a licitação somente convidando algumas empresas o prefeito alegou que a cidade vai receber cerca de 500 mil visitantes durante o final de semana em que o papa estará na cidade e a necessidade de dar fluidez ao tráfego de veículos e pessoas, além de mais segurança aos visitantes.

O prefeito argumenta ainda que o convênio assinado com a Secretaria de Estado de Economia e Planejamento, para a execução do recapeamento de 21 ruas, foi assinado somente no dia 10 de abril. “Agora é rezar pra dar tempo. Espero que sim”, disse José Luiz Rodrigues. Para ele, as eleições do ano passado e a demora na votação do orçamento acabaram complicando o cronograma das obras.

O segundo decreto reconhece a urgência na contratação de uma empresa para instalar um reservatório de água metálico com capacidade para 1.500 metros cúbicos e uma adutora de 1.600 metros para atender a demanda no dia da visita do papa.

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, as empresas convidadas serão divulgadas somente quando definidas. Entre verbas municipais, estaduais e federais, a cidade deve receber investimentos que ultrapassem os R$6 milhões.

Fonte: Agência Estado