Um artigo do Vaticano gerou polêmica entre feministas do mundo inteiro. O texto afirma que a máquina de lavar fez mais pela liberação das mulheres do que a pílula anticoncepcional. A polêmica já começa no título: “A máquina de lavar e a liberação das mulheres – ponha detergente, feche a tampa e relaxe”.

O texto, publicado no jornal oficial do Vaticano, questiona o que ajudou mais na liberação das mulheres no século 20: a pílula, o direito ao aborto, trabalhar fora de casa ou a máquina de lavar.

Para justificar seu ponto de vista, o artigo relata, então, a história do eletrodoméstico . E conclui que as máquinas de hoje em dia permitem que as donas-de-casa tomem um capuccino com as amigas, enquanto a roupa é lavada.

Fonte: Band