Felipe Arizmendi, bispo de San Cristóbal de las Casas, no México, criticou os “antivalores” das telenovelas, que estimulam “a libertinagem sexual”, e pediu aos fiéis que mudem de canal quando aparecerem “cenas eróticas” na TV.

O religioso esclareceu que não costuma ver as telenovelas. “Não tenho tempo. Mas nas poucas cenas que consigo ver, antes dos telejornais, descubro uma série de valores e antivalores que é preciso discernir”, afirmou.

Arizmendi não negou “o bem queas novelas possam ter”.

“Mas analisando só algumas cenas que acidentalmente eu vejo, considero que elas têm influído muito na libertinagem sexual de adolescentes, jovens e até adultos”, opinou.

“As repetitivas cenas eróticas, com seus tons mais ou menos fortes, exigem muita maturidade espiritual para não se sentir a atração de fazer a mesma coisa que se vê na tela”, disse o bispo.

Ele pediu a atores, produtores e empresários que se perguntem “se seus programas estão de acordo com a moral inspirada no Evangelho ou concessões às debilidades humanas e incitações ao pecado”.

“Se a mente, a imaginação e os olhos estão saturados de erotismo, a pessoa se destrói e contamina tudo ao seu ao redor”, afirmou.

Fonte: EFE