Ore pelo Espírito Santo
Ore pelo Espírito Santo

Acordei e pensei – É um pesadelo? Estou na Venezuela chavista? Neste ano de nosso Senhor de dois mil e dezoito, aos vinte e três dias de maio, eu pensei estar no meio de um pesadelo: será que eu agora eu sou venezuelano e não sabia? Fui acordado às pressas e alertado por minha esposa com a notícia bombástica: corre, pois está faltando combustível! Seria algo cômico se não viesse imbuído de uma crise material que bateu a nossa porta – estar com o carro na reserva de combustível. E “como um gato” lá estava eu numa fila quilométrica para abastecer, onde apenas saí na noite deste dia, pagando
simpaticamente R$ 6,20 por um litro.

Para alguns parece tudo estar muito bem e sabemos que não está! Se no governo anterior a crise começou, neste a crise só piorou, e a desculpa atual é que não foi feita a reforma da previdência! O governo federal fala como se retirar direitos de trabalhadores fosse resolver a crise fiscal! Quer deixar a previdência com muito crédito? Simples: criar empregos e estimular adesão à previdência no mercado informal! A crise maior do Brasil é a crise ética! A crise da falta de confiança! Ninguém mais confia no “jeitinho brasileiro” de empreendedorismo (tirar vantagem a qualquer custo). Basta perceber nas questões simples do dia a dia: Hoje na fila quilométrica para conseguir abastecer meu automóvel,
alguns motoristas e motociclistas queriam cinicamente furar a fila porque em sua estrutura de personalidade perversa não sabem submeter-se às leis nem as questões éticas da boa convivência. Não sabiam sentir que naquele momento teriam que se submeter a uma simples regra: ficar na fila. Ninguém quer ser o último! Com certeza, inclusive eu! Mas não é uma questão de querer, é uma questão de saber ser! No Evangelho conforme Marcos Jesus afirma: “Se alguém quer ser o primeiro, será o último e servo de todos” (Mc 9.35).

A Ética do Reino de Deus versus a etiqueta gospel brasileira.

Na segunda-feira desta semana tive a honra de ser convidado para a premiere de lançamento do filme Eu Só Posso Imaginar (vale a pena assistir) numa grande sala de cinema e em um grande e moderno shopping; e lá como sempre acontece, fomos muito bem recebidos pela organização, tudo com uma ótima logística, e dessa vez eu e minha esposa fomos os segundos a estarmos naquela fila (aliás me tornei um especialista em filas nesta semana), só que depois nos tornamos os décimos, pois os amigos dos amigos que estavam na primeira fila, foram entrando e aumentando a patota gospel, e esse fenômeno se repetiu com várias outras pessoas atrás de mim. Vale salientar que todos que lá estavam eram cristãos evangélicos, lá apenas haviam líderes (pessoas adultas), e infelizmente cheguei a essa constatação: como podemos ser exemplos para com os liderados se fazemos do mesmo jeito que os não cristãos? Já ouvi no passado um evangélico dizer: “eu não posso ser comparado a um político corrupto por ter simplesmente jogado a embalagem de um chiclete no chão, ou por ultrapassar no acostamento a fila de carros presos no engarrafamento”! Para esse tipo de desculpa eu lembro de Jesus dizendo: “Quem é fiel no pouco também é fiel no muito; e quem é injusto no pouco também é injusto no muito” (Lc 16.10). Lembro também dEle falando: “Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder em muito a dos escribas e fariseus, jamais entrareis no Reino dos Céus” (Mt 5.20). Vale lembrar que somos súditos e filhos de um Reino muito maior que envolve questões muito maiores do que os nossos interesses pessoais e os do Brasil. Jogar embalagem de chiclete no chão não é uma questão de corrupção na política partidária, mas é uma questão de corrupção na política educacional familiar e de um simples testemunho sobre mordomia!

Protestantes (somos contra) ou Afavantes (somos a favor)?

O Brasil é mesmo um país sem igual. No Brasil até o Espírito Santo precisa de oração! O desabastecimento de combustível atingiu praticamente todos os Estados da nação, inclusive o Estado do Espírito Santo! O Estado capixaba e todo o Brasil precisa não é de intervenção militar como advogam muitos; o Brasil precisa de intervenção divina! Oração e ação cabe a nós! Falta no meio protestante brasileiro a vocação que mudou e transformou a realidade social da Europa, nos falta a vocação que contagiou todas as esferas da sociedade européia e que produziu mudanças radicais em benefício daquela sociedade. Ano passado comemoramos 500 anos da Reforma Protestante. Mas, protestar? E pode? Claro, desde que seja pacífico e ordeiro! Somos sal e luz! Nós evangélicos brasileiros no máximo nos reunimos para exigir do governo apenas quando alguma decisão política afeta nossa maneira de sermos crentes em nosso estilo religioso de viver, ou em nosso jeito de cultuar. Será que 90% de aumento na passagem do metrô (Recife) é justo? Será que os aumentos (bem acima da inflação) que estão dando para a energia elétrica, para a água são justos? Será que os combustíveis estão baratos e precisam de mais aumentos? Parece que nós crentes achamos que sim! Pois não protestamos! Moro num bairro residencial de classe média e há dois anos que não escuto sequer um panelaço! Estão todos satisfeitos, inclusive os evangélicos!

Ver esta semana e hoje na TV o senhor Pedro Parente (parente meu é que não é) presidente da Petrobrás inicialmente indiferente e apenas no início da noite afirmando que por 15 dias iria baixar o preço do diesel, fazendo com que ele baixasse a queda de braços e cedesse (pelo menos minimamente), onde acho irrisório e que deveriam apontar para uma mudança na política desta supracitada empresa, que deve dar lucros (sim), mas que não seja ao custo de onerar o trabalhador brasileiro (usura = juros e taxas excessivas) como aconselha o salmista: “O que não empresta o seu dinheiro com usura, nem aceita
suborno contra o inocente. Quem deste modo procede não será jamais abalado” (Salmos 15.5). Esse princípio vale também para o governo!

A greve dos caminhoneiros produz resultados práticos nestes últimos dias onde nenhum partido político conseguiu produzir, seja de situação ou oposição, e onde nenhum movimento social também foi capaz de fazer: provocar a atenção do governo federal para uma realidade séria e injusta dos preços dos combustíveis. Uma faixa dos caminhoneiros dizia: nós não podemos ser punidos pela corrupção que atingiu o Brasil. Concordo plenamente com eles! Preço absurdo inviável para o diesel, para o álcool e gasolina
também.

Nossa pátria mãe “gentil”

Não sabemos se o governo recuou de vez, ou foi só estratégia da velha política(lha), principalmente em ano eleitoral. Este atual governo tem sistematicamente retirado direitos cada vez mais dos menos favorecidos. Jesus afirmou: “Qual dentre vós é o pai que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou se pedir um peixe, lhe dará em lugar de peixe uma cobra? Ou, se lhe pedir um ovo lhe dará um escorpião? (Lucas 11.11-12). Tenho a infeliz sensação onde parece que atualmente o governo deste país tem agido da seguinte forma: oferece a cada brasileiro pedras e cobras! A nossa pátria mãe “gentil” (governo) está ficando perversa, provocando cada vez mais posições esquizoparanóides em seus filhos! Oferecido uma espécie de seio mau, como diria a psicanalista austríaca Melanie Klein, produzindo na sociedade brasileira esta bipolarização patológica entre direitistas e esquerdistas, cada vez mais um lado se parecendo com o outro, e nesta briga quixotesca ai de quem pensar diferente ou querer dialogar para criar uma terceira via! Uma sociedade patológica, um cristianismo adoecido em seu testemunho!

Este ano prometi a mim mesmo em não se envolver em questões políticas-partidárias para justamente poder dialogar com esta sociedade brasileira “esquizoparanóide” e poder tratar pastoralmente os que ora se encontram afetados, para extirpar essa doença chamada intolerância que se instalou no Brasil e também no cristianismo brasileiro. Evangélicos que rapidamente tem acusado aquele(a) que pensa diferente nas questões de usos e costumes (incluindo a política partidária). O Reino de Deus está aí diante de nós, neste ano extremamente desafiador, e para mim o grande segredo para os evangélicos é ouvir o chamado do Senhor: “… semeai para vós outros em justiça, ceifai segundo a misericórdia; arai o campo que está em repouso; porque é tempo de buscar ao SENHOR, até que Ele venha, e faça chover a justiça sobre vós” (Os 10.12). Isso vai fazer um bem tremendo para mim, para você e para o Brasil!

Dum agni leones fiant

Neste ano e sempre: Oremos pelo Espírito Santo (o Estado), pelo Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás, Amazonas, por Pernambuco, por cada Estado da Federação, pela nação brasileira. Oremos em prol dos brasileiros.

Oremos para que a terceira pessoa da Santíssima Trindade, o Espírito Santo (o de Deus) possa transformar o Brasil a começar em nós, a começar em mim!

E a vós súditos(as) do Reino de Deus ofereço esta frase: Surge et resurge dum agni leones fiant! Levante-se e erga-se até que cordeiros se tornem leões!

Persevere na oração e creia mesmo não vendo! Até que os cordeiros se tornem leões!
Amém!

Atenciosamente de cabeça para baixo (até na fila)!

Estêvão Chiappetta <><
Vosso irmão