Cristãos nas Filipinas
Cristãos nas Filipinas

Como no restante do mundo, a COVID-19 atrapalhou a agenda dos moradores das Filipinas desde 12 de março, quando o presidente anunciou a quarentena. As viagens terrestres, marítimas e aéreas foram suspensas até 14 de abril.

O prejuízo alcançou as pessoas e também alterou os trabalhos da Portas Abertas no país. Uma das consequências foi a interrupção dos projetos entre os cristãos ex-muçulmanos.

“O efeito de todos esses treinamentos adiados será que o mês de junho terá muitos agendamentos para compensar todos os eventos cancelados”, explicou o coordenador local.

Os eventos nas igrejas também foram suspendidos pelos governantes e os cristãos obedeceram às ordens das autoridades locais. Porém, ainda trabalham no encorajamento e propagação das verdades do evangelho por meio de serviços de transmissão via internet e através de grupos de oração em redes sociais.

Apesar das Filipinas não estar na Lista Mundial da Perseguição 2020, a Portas Abertas está no país trabalhando para que os cristãos perseguidos, principalmente de origem islâmica, tenham o direito de seguir a Jesus. Ore para que Deus dê orientação e direção aos líderes do campo para saberem como planejar ações em tempos de crise.

Fonte: Portas Abertas